O Comunicador

Suspeito de matar comerciante em Ponta Negra foi preso dentro de guarda roupa

A Polícia Militar prendeu, na
noite desta segunda-feira (1º), um homem apontado como um dos autores do
assassinato do comerciante Valter Gomes da Silva, de 31 anos, mais conhecido
como “Jaburu”. O crime aconteceu no dia 20 de setembro de 2012 e Gilton Félix
de Oliveira, de 27 anos, era considerado foragido da Justiça, tendo mandado de
prisão em aberto.
Ele foi localizado por policiais
do Batalhão de Choque da PM, na Vila de Ponta Negra, e tentou fugir se
escondendo dentro de um guarda-roupa. O detalhe curioso é que no momento em que
a polícia deixava a Vila de Ponta Negra com o foragido, populares começaram a
jogar pedra contra a viatura.
Com isso, outras três pessoas
foram detidas e conduzidas para a Delegacia de Plantão da Zona Sul de Natal.
Chegando lá, outra situação inusitada foi registrada. O advogado do foragido
Gilton Félix era o filho do delegado da Polícia Civil Carlos Queiroz, que
estava de plantão na noite desta segunda-feira.
Diante dessas circunstâncias, os
policiais militares optaram por levar o foragido para a Delegacia de Plantão da
Zona Norte, assim como os três populares que jogaram pedras na viatura. Lá,
descobriu-se ainda que uma das três pessoas detidas, identificada como Bruno
Santos de Oliveira, também possui mandado de prisão em aberto.
Fonte: Portal BO
Postado em 2 de abril de 2013 - 11:10h

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *