O Comunicador

Associações dizem que serviços de internet e celular podem ser afetados pela greve dos caminhoneiros

A greve dos caminhoneiros também causa reflexos nos serviços de telecomunicações. Devido à falta de combustível, as operadoras alertam que tarefas críticas, como as de manutenção de rede, poderão ser comprometidas. Além disso, se medidas emergenciais não forem tomadas, serviços de reparo não poderão ser realizados.

Nesse domingo (27), as operadoras encaminharam à Anatel uma solicitação para que a frota de veículos utilizada na manutenção das redes tenha prioridade no abastecimento. 

Pelo decreto 9.382, de 25 de maio de 2018, entre as ações previstas para a “garantia da lei e da ordem na desobstrução de vias públicas” estão as “medidas de proteção para infraestrutura considerada crítica”.

O SindiTelebrasil, que representa as empresas de telefonia móvel, declara ao Teletime que “as operadoras já suspenderam as novas instalações e a manutenção está mantida apenas onde é essencial”. 

O Convergência Digital também aponta que a falta de reparos poderá afetar órgãos com atividades essenciais, como hospitais, bombeiros e segurança pública, que poderão ter serviços de telefonia e internet suspensos.

No último sábado (26), a Claro enviou comunicado à imprensa informando que, “em razão da greve dos caminhoneiros, que bloqueia as principais rodovias do Brasil, causando desabastecimento de combustível, serviços de manutenção de rede e atendimento residencial aos assinantes da Claro Brasil podem ficar comprometidos”. 

A paralisação chegou ao oitavo dia nesta segunda-feira (28), mesmo após um anúncio do presidente Michel Temer, que determinou uma redução de R$ 0,46 no litro do diesel por 60 dias, entre outras medidas, como informa o G1. Entidades que representam os caminhoneiros aprovaram as mudanças, mas pediram tempo para desmobilizar os motoristas parados. Os protestos ocorrem em 21 estados e no Distrito Federal.
 
*Tecnoblog
Postado em 28 de maio de 2018 - 18:26h

Obras do saneamento básico seguem a todo vapor em Cerro Corá

Desde a última semana iniciamos o novo ponto da obra de saneamento básico em Cerro Corá.
Hoje (28) estivemos com os secretários de finanças e agricultura para avaliarmos o andamento do serviço que vai beneficiar toda a população cerrocoraense. 
 *ASCOM – PREFEITURA DE CERRO CORÁ/RN
Postado em 28 de maio de 2018 - 17:46h

SETA: Pesquisa indica acirramento entre Carlos Eduardo e Robinson

A pesquisa do Instituto Seta indica que o cenário de estadualização deverá causar disputa acirrada entre o ex-prefeito de Natal e o governador Robinson Faria.

Ambos deverão lutar pela vaga de segundo turno contra Fátima Bezerra. Isso se a eleição fosse hoje. 

Na pesquisa anterior da Seta, feita apenas em Natal, Carlos Eduardo tinha vantagem sobre Robinson Faria

Na de hoje, de caráter estadual, os números são de 12% contra 8,4%

A margem de erro da pesquisa é de 3,5% 

 *BG
Postado em 28 de maio de 2018 - 17:42h

Lançamento do Projeto de Fortalecimento da Cajucultura do RN

Hoje recebemos em nossa cidade o lançamento do Projeto de Fortalecimento da Cajucultura do RN.
O evento reuniu gestores, secretários, supervisores e produtores rurais no Ginásio José Julião Neto, em Cerro Corá. 
O objetivo do projeto é realizar capacitação na área de gestão e manejo da cajucultura (Cultivo do caju) e oferecer assistência técnica a 340 produtores rurais de 17 municípios, Cerro Corá é um desses municípios beneficiados.

Além da capacitação, o projeto prevê ainda a realização de clinicas tecnológicas (oficinas), visita técnica em Pacaju/CE (unidade referência na Cajucultura) e a implantação de 6 unidades demonstrativas de Caju no estado.
Supervisor Regional Paulo Eduardo de Barreto, vai atuar nos municípios de Cerro Cora, Lagoa Nova, Bodo e Currais Novos, recebeu a chave do veículos para dar suporte aos municípios. 

*ASCOM – PREFEITURA DE CERRO CORÁ/RN @ Prefeitura de Cerro Corá-RN
Postado em 28 de maio de 2018 - 17:07h

Petroleiros anunciam greve de 72 horas a partir da próxima quarta-feira

A FUP (Federação Única dos Petroleiros) decidiu entrar em greve a partir da 0h de quarta-feira (30). Os trabalhadores vão parar por 72 horas.
Roni Barbosa, da FUP e secretário nacional de Comunicação da CUT (Central Única dos Trabalhadores), afirmou que a decisão foi tomada neste sábado (26) em reunião no Rio, realizada também em teleconferência. 

A federação chama a paralisação de “greve de advertência”.
Segundo Barbosa, a categoria já havia deliberado por greve em abril deste ano e faltava apenas a definição de uma data. Os petroleiros não pedem reajuste salarial, uma vez que a data-base da categoria é em setembro. 

A principal pauta é a redução dos preços dos combustíveis. Os petroleiros pedem também o fim das importações de derivados de petróleo, critica privatizações e querem a demissão de Pedro Parente, presidente da Petrobras.
“É fora, Parente. A Petrobras está sendo implodida. Estão vendendo refinarias com dutos”, disse Barbosa. 
*Folhapress
Postado em 27 de maio de 2018 - 19:49h

Câmara debaterá preço de combustível na terça-feira

A Câmara dos Deputados convocou para a próxima terça-feira (29), às 9h, a realização de uma comissão geral destinada a discutir o preço dos combustíveis. A relação dos convidados para a sessão de debates ainda não foi divulgada pela Câmara, mas a parte técnica da Casa estuda como viabilizar a participação dos senadores nas discussões. 

Com a continuidade das paralisações de caminhoneiros em diversas estradas do país, os parlamentares querem demonstrar preocupação com a pauta e prometem presença em Brasília mesmo durante o fim de semana. O presidente do Senado, Eunício Oliveira, avaliou, no entanto, que a política de preços da Petrobras está “equivocada”, mas que esse não é um assunto que deve ser discutido pelo Congresso Nacional. 

A realização de comissões gerais está prevista no regimento interno da Câmara e permite a oitiva de autoridades, especialistas com “notório” conhecimento sobre o tema em debate, após a sugestão dos líderes ou blocos partidários. Cada convidado tem o direito de falar por cinco minutos, assim como os parlamentares presentes. 

Ao longo da semana, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), chegou a dizer que o encontro contaria com a presença do presidente do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), Alexandre Barreto de Souza. O Cade é uma autarquia federal responsável por investigar e punir cartéis e demais práticas contrárias à livre concorrência. 

Alternativas legislativas 

Horas depois de dar uma entrevista sobre o tema, afirmando que o Congresso não deve tratar de preço de combustíveis, Eunício voltou a conversar com a imprensa, mas evitou comentar a decisão do presidente Michel Temer de autorizar o uso de forças federais e militares para evitar o bloqueio de estradas, após o quinto dia consecutivo de paralisação de caminhoneiros. 

Eu não vou fazer juízo de valor. As decisões são do presidente, cabe a ele. Essa crise não é do Congresso. No meu entendimento, a política de preços da Petrobras está equivocada, mas não cabe ao Congresso se meter nisso”, voltou a dizer. Segundo Eunício, cabe ao Legislativo analisar e aprovar leis, como a demanda dos caminhoneiros de estabelecer uma política de preço mínimo para os fretes. Sobre outra exigência dos manifestantes, porém, para o governo isentar o PIS e o Cofins cobrados sobre o óleo diesel, ele afirmou que as negociações devem ser feitas primeiro com o Ministério da Fazenda. 

Senadores de sobreaviso 

Após sofrer críticas por ter viajado para o seu estado natal logo após a aprovação do projeto na Câmara que incluiu no projeto de reoneração a isenção do PIS/Cofins sobre o óleo diesel até o fim do ano, Eunício disse que os senadores estão de sobreaviso. A possibilidade de ocorrer uma sessão extraordinária chegou a ser cogitada, mas como o compromisso do presidente do Senado era apenas em pautar o projeto que trata do preço mínimo para o frete, as votações poderão ocorrer em até 15 dias. 

De acordo com ele, “no que depender do Congresso”, os parlamentares estão à disposição para “qualquer necessidade emergencial [de votação] em relação a normalizar o país”. 

Nós estamos conversando aqui na porta do plenário do Senado. Todos os senadores e líderes estavam avisados. Se houvesse necessidade de emergência a ser votada, ou se o governo tivesse que fazer algum acordo que coubesse ao governo, mas dependesse do Senado, estamos aqui a postos para dar tranquilidade ao povo brasileiro”, afirmou. 

*Por Paulo Victor Chagas/Agência Brasil
Postado em 26 de maio de 2018 - 22:50h

Exército se reúne com forças de segurança do RN para traçar planos de ação

Desde ontem (25), membros do Exército Nacional se reúnem com os diversos segmentos das forças de segurança pública do Rio Grande do Norte a fim de traçar um plano de ação para retirada dos caminhoneiros das rodovias do Estado, em cumprimento ao decreto do presidente Michel Temer, que autorizou o uso das forças armadas para liberar as estradas. 

De acordo com o departamento de relações públicas do Exército, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Policia Rodoviária Estadual e outros setores da Secretaria do Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Sesed) vão se engajar na ação de retirada, que será multisetorial. 

O departamento de relações públicas ainda não deu, no entanto uma previsão para o início da ação física de retirada dos caminhoneiros, que permanecem fechando uma faixa da BR-101, em Parnamirim, e em outros pontos do Estado. 

“Missão dada é missão cumprida. Vamos atender a ordem do decreto presidencial, mas com toda atenção a legalidade e na busca sempre de uma solução pacífica, que cause o mínimo de dano à população”, afirmou o relações públicas do Exército no RN, Coronel Erlan.

Ironicamente, os caminhoneiros cantam na BR o hino nacional e exibem placas pedindo “intervenção militar já”. 

 *Tribuna do Norte
Postado em 26 de maio de 2018 - 15:16h

Justiça determina liberação de rodovias em 14 estados

Até o momento, a Advocacia-Geral da União (AGU) obteve 28 decisões judiciais favoráveis à desobstrução de rodovias federais em 14 estados e no Distrito Federal. Os estados são: Acre, Ceará, Sergipe, São Paulo, Paraná, Pará, Minas Gerais, Rio Grande do Norte, Goiás, Santa Catarina, Pernambuco, Paraíba, Rondônia e Rio Grande do Sul. 

Mais 12 ações foram ajuizadas e aguardam uma definição no Maranhão, Amazonas, Pernambuco, Bahia, Mato Grosso, Tocantins, Mato Grosso Sul, Goiás e São Paulo. 

Nas ações, o governo solicita reintegração de posse de rodovias federais que estejam ocupadas e também interditos proibitórios (procedimento processual utilizado para impedir agressões iminentes que ameaçam alguém). 

O governo vai acionar as forças de segurança federais para liberar as estradas e as Forças Armadas serão utilizadas para garantir o abastecimento da população. Para isso, será editada uma operação de Garantia da Lei e da Ordem (GLO), válida até o dia 4 de junho. A notícia foi dada hoje (25), em entrevista coletiva no Palácio do Planalto. 

O ministro da Segurança Pública, Raul Jungmman, afirmou ainda que o presidente Michel Temer poderá editar um decreto para permitir a requisição de bens, prevista na Constituição, para que alimentos, combustíveis, medicamentos e insumos cheguem à população, em todo o país. Ele acrescentou que os militares têm o respaldo legal para assumir a direção dos caminhões dos grevistas, se assim necessário. 
*Agência Brasil
Postado em 26 de maio de 2018 - 3:40h

Brasil corre risco de intervenção militar, diz professor

O Professor da PUC/SP e doutor em Ciências Sociais, Pedro Fassoni, em entrevista à Coluna, afirmou que na atual conjuntura política brasileira, “infelizmente, há o risco de uma intervenção militar”. 

A medida anunciada por Temer, na tarde desta sexta (25), do uso de forças federais para liberar rodovias preocupa o professor, que a qualifica como uma “ação desnecessária e destemperada” do governo, já que “as forças armadas não devem ser usadas para resolver problemas políticos, como a disparada dos combustíveis”. Para ele, este uso indevido é “uma herança da ditadura militar”.

Fassoni classifica como a principal causa para a crise atual o fato de o governo ser “incapaz de dialogar”. Ressalta que o presidente Michel Temer não agiu mesmo depois de ter “recebido, dias antes do início da greve, uma carta com as reinvindicações, avisando que, caso não fossem atendidas, haveria a paralisação”. 

Para o professor, outro erro do Governo, após “não ter sido pego de surpresa”, foi “negociar com parte dos manifestantes e atender às reivindicações deles, representantes dos grandes grupos, que possuem dezenas de caminhões, deixando os pequenos caminhoneiros individuais enfurecidos”. Então, estes pequenos caminhoneiros “decidem manter a paralisação, ele usa este recurso das forças armadas” 

Pedro ainda destaca que “em um ano em que deveríamos estar comemorando os 50 anos da constituição, estamos preocupados com o que ela tem o propósito de abolir”.

*Coluna do Fraga, R7
Postado em 25 de maio de 2018 - 22:00h

Homem é morto durante assalto em casa de praia no litoral Sul potiguar

Um homem foi morto a tiros no início da noite desta quinta-feira (24) dentro de uma casa na Praia de Barreta, no litoral Sul potiguar. Segundo a Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), criminosos chegaram para assaltar a residência e atiraram contra Ricardo Bezerra Freire, de 49 anos, que não resistiu aos ferimentos. 

Ninguém foi preso.
De acordo com a polícia, o crime aconteceu por volta das 18h na avenida principal, próximo ao Barreta Praia Clube. Pai e filho chegaram na residência com compras. Encapuzados, dois criminosos aguardavam no quintal da casa. 

Ainda conforme a DHPP, quando as vítimas já estava dentro da residência, um dos criminosos invadiu a casa pela porta da cozinha e anunciou o assalto. No momento em que o pai foi pegar dinheiro, os criminosos atiraram contra o filho. Atingido na perna, Ricardo Bezerra, correu para um dos quartos, ele foi perseguido pelo assaltante e levou mais três tiros.
O Samu foi acionado, mas quando chegou ao local Ricardo Bezerra já estava sem vida. 

De acordo com um dos parentes da família, os bandidos fugiram levando o celular de uma das vítimas.
A polícia não soube informar se houve alguma reação por parte das vítima. O crime está sendo tratado como latrocínio, que é o roubo seguido de morte. 
*G1/RN
Postado em 25 de maio de 2018 - 12:03h

Segue o caos: Não houve consenso em reunião de governo com caminhoneiros

O presidente da Associação Brasileira dos Caminhoneiros (Abcam), José da Fonseca Lopes, disse que só haverá acordo quando problema dos impostos do diesel for resolvido – Valter Campanato/Agência Brasil 

Na segunda reunião com representantes de onze categorias de caminhoneiros, o governo buscou um acordo, mas nem todos os presentes aceitaram a proposta. 

O representante da Associação Brasileira dos Caminhoneiros (Abcam), José da Fonseca Lopes, negou o acordo proposto pelo governo de suspender a paralisação por um período entre 15 dias a um mês enquanto o governo continua trabalhando para resolver o problema da redução do preço do diesel.

Lopes disse que outros líderes da categoria se mostraram receptivos à proposta de suspender a paralisação, mas ele se recusou e deixou o local antes do fim da reunião. 


A Abcam representa 700 mil caminhoneiros, com 600 sindicatos espalhados pelo Brasil.

“Todo mundo acatou a posição que pediram, mas eu não. Eu coloquei que respeito o que meus colegas pediram e estão sendo atendidos, que acho ser coisa secundária, e disse que vim resolver o problema do PIS, do Cofins e da Cide, que tá embutido no preço do combustível”, disse Lopes. Ele disse ainda que não fala em suspender a paralisação enquanto o Senado não aprovar a isenção do PIS/Cofins, projeto aprovado ontem pela Câmara. 


Motoristas individuais

Enquanto a reunião se desenrolava no 4º andar do Palácio do Planalto, o representante dos motoristas individuais do Centro-Oeste, Wallace Landim, disse que sua categoria não está representada na reunião e que nenhuma decisão acatada na reunião será seguida por eles. Ele tem uma posição similar à do representante da Abcam e disse que enquanto o fim dos impostos sobre o diesel não estiver confirmado, a paralisação continuará. 


“Não somos representados [pelas associações que estão na reunião]. Somos caminhoneiros individuais. Se a gente não estiver participando, não vai ter nenhum resultado. Pode sair de lá e falar que acabou a paralisação, que não adianta. A gente só libera a rodovia quando sair no Diário Oficial. Não estamos pedindo esmola, estamos pedindo o nosso direito”. 
 *Agência Brasil
Postado em 24 de maio de 2018 - 22:04h

Jodoval Pontes é um prefeito incansável em Brasília em busca de um Campo de Futebol para Japi

O prefeito de Japi, Jodoval Pontes, está em Brasilia desde da última segunda (21), em busca de melhorias para o município de Japi. E ontem (23), ele esteve com o deputado federal Walter Alves (MDB), e o ministro do esporte Leandro Cruz, Na ocasião, o prefeito pediu um campo de futebol para os esportista do município de Japi. 
Direto de Brasília, Jodoval Pontes, em contato com este blog disse: “Estamos correndo atrás lutando para que possamos realizar os sonhos principalmente dos desportistas do nosso município que a muitos anos, desde a fundação do nosso município, não tem tido essa oportunidade, então espero a sensibilidade do ministro para que ele possa cumpri suas promessas e vim alavancar o esporte do município de Japi”. 
Finalizou

Hoje o prefeito segue em Brasilia, onde está participando do ultimo dia da XXI Marcha em Defesa dos Municípios, e ainda irá participa de reuniões e encontros com autoridades, sempre buscando benefícios para a população Japiense. Ele tem a certeza que lutar pelo o seu povo nunca é ou será em vão e nunca mediu esforços para enfrenta-los e com as graças de Deus vencê-los. 

*Japi em Dia
Postado em 24 de maio de 2018 - 17:04h

Bodó: Concurso musical “A mais bela voz”

Destinado a usuários do S.C.F.V e estudantes de 09 a 17 anos do município de Bodó/RN.

 

O concurso acontecerá nos dias 21 e 22 de Junho sendo 21/06 apresentações da categoria mirim e 22/06 apresentações da categoria juvenil.
PREMIAÇÃO: 
1° Lugar Juvenil : troféu e o valor de 200,00 reais. 
1° Lugar Mirim : troféu e o valor de 100,00 reais. 
2° Lugar das duas categorias : Troféu de participação e o valor de 50,00 reais.
3° Lugar das duas categorias : Troféu de participação.
Postado em 24 de maio de 2018 - 16:38h

Prefeita e vice de Cerro Corá participam da Marcha dos Prefeitos a Brasília

Esta semana participamos da Marcha dos Prefeitos a Brasília em Defesa dos Municípios. 
Mais de sete mil gestores participaram do evento que teve como principal pauta o aumento em 1% do fundo de participação dos municípios. Entre as propostas estavam a atualização dos programas federais, além do reajuste do piso do magistério e dos precatórios. 
Fomos a diversos gabinetes de deputados e senadores afim de trazermos melhorias para a nossa cidade.
Entre as reivindicações, solicitamos ao deputado Fábio Faria o recapeamento do bairro Tencredo Neves.
 
*ASCOM – PREFEITURA DE CERRO CORÁ/RN
Postado em 23 de maio de 2018 - 17:45h

Cerro Corá rumo ao selo UNICEF

Desenvolver projetos e trabalhos que abracem as comunidades do nosso município é a nossa missão, por isso nesta Terça-Feira (22) as secretarias de Saúde, Educação e Assistência Social se reuniram para o planejamento do Primeiro Fórum Comunitário do Selo Unicef 2017-2020. 
O evento ainda está em ajustes, mas em breve anunciaremos as datas do Fórum.
*ASCOM – PREFEITURA DE CERRO CORÁ/RN
Postado em 23 de maio de 2018 - 17:17h

Comissão de Finanças da AL aprova contas de Robinson

As contas do governador Robinson Faria(PSD) referentes ao exercício de 2016 foram aprovadas na manhã desta quarta-feira(23) pela Comissão de Finanças e Fiscalização da Assembleia Legislativa.

Por 4 votos a 1, a Comissão de Finanças e Fiscalização rejeitou o parecer do Trinunal de Contas do Estado, que havia se posicionado contra a aprovação. 

Votaram pela aprovação os deputados Tomba Farias(PSDB), José Dias(PDSB), Galeno Torquato(PSD) e Getúlio Rego(DEM). Contra a aprovação, votou o deputado Fernando Mineiro(PT).
 *BG
Postado em 23 de maio de 2018 - 17:09h

Veículo da prefeitura de Bodó pega fogo na zona rural

Um veículo tipo Fiat Mobi pertencente a prefeitura de Bodó pegou fogo nessa terça-feira (22/05), próximo ao assentamento Jatuarana na quele município.
segundo informações um problema mecânico provocou o incêndio. 
Quatro pessoas estavam no carro e conseguiram sair a tempo sem ferimentos, apenas danos materiais.
 
*Com informações de J Júnior
– Fotos: Adailson Carlos
Postado em 23 de maio de 2018 - 16:46h

Prefeitura de Cerro Corá inicia manutenção das estradas vicinais

A Prefeitura de Cerro Corá, através da Secretaria de Obras, começou esta semana o melhoramento das estradas vicinais do município. 
As máquinas passaram pelas principais estradas que estavam esburacadas por causa das últimas chuvas que caíram na região. 
As equipes estiveram:
– Avenida Severino Henrique Pereira; Bairro Seridó
– Rua Lourival Bezerra da Costa, Barro Vermelho;
– Rua Enilson Soares, Bairro Seridó. 
 *ASCOM – PREFEITURA DE CERRO CORÁ/RN
Postado em 23 de maio de 2018 - 16:36h

Catador é morto, tem corpo queimado e enterrado em lixão no município de Lagoa D’Anta, RN

Um catador de lixo foi morto, teve o corpo queimado e depois foi enterrado em um lixão no município de Lagoa D’Anta, na região Agreste potiguar. O cadáver, já em avançado estado de decomposição, foi encontrado na manhã desta terça-feira (22). 

Dois irmãos, segundo a PM, são suspeitos do crime. Um deles foi preso e o outro conseguiu fugir para uma região de serra.

Ainda de acordo com a PM, a vítima foi identificada como Francisco de Assis Victor, 44 anos, que estava desaparecido fazia 15 dias. 


Contudo, ainda não se sabe o que motivou o assassinato.

A PM afirmou que o homem que foi preso tem 22 anos, e também trabalha como catador. Ele teria dito na Delegacia de Nova Cruz, onde permanece detido, que foi o irmão dele quem matou o colega. Contudo, não há mais detalhes sobre o ocorrido.

*G1 RN
Postado em 23 de maio de 2018 - 15:07h

Motoristas de ônibus intermunicipais cancelam viagens no RN e aderem a protesto contra aumento do diesel

Na rodoviária de Natal, motoristas de ônibus intermunicipais aderiram ao protesto dos caminhoneiros e cancelaram as viagens programadas para a manhã desta quarta-feira (23). 

As passagens de quem já havia comprado bilhete estão sendo remarcadas, segundo informou a gerência do terminal.

Um grupo de motoristas deixou a rodoviária em comboio e seguiu para a BR-101, em Parnamirim, cidade da região metropolitana, onde deve se unir aos caminhoneiros. Lá, está prevista a interdição da rodovia. 


Protestos no RN 
Em Mossoró, na região Oeste do estado, caminhoneiros fecharam parcialmente a BR-304. Segundo a Polícia Rodoviária Federal, pneus foram colocados sobre a pista por volta das 8h30. Apenas uma faixa, em cada sentido, está livre para o trânsito.

Ainda de acordo com a PRF, a informes de protestos sendo organizados na BR-101 Norte, em Touros; na BR-226, em Santa Cruz; e na BR-427, em Curra is Novos. 


Este é o terceiro dia seguido de protestos em vários estados do país. No Rio Grande do Norte, na segunda (21) e terça-feira (22), caminhoneiros fecharam uma das vias da BR-101 em frente ao Parque de Exposições Aristófanes Fernandes, em Parnamirim, cidade da Grande Natal.
*G1 RN
Postado em 23 de maio de 2018 - 13:47h

Petróleo vai continuar em alta, diz especialista

Escalada recente das cotações é responsável pela alta nos preços dos combustíveis no Brasil 

O mercado global de petróleo continua pressionado, e as cotações subirão ainda mais neste ano, ampliando a pressão de consumidores por ações governamentais para conter os preços dos combustíveis. 

A avaliação é do pesquisador Mikkal Herberg, especialista em petróleo que dirige a área de pesquisa sobre energia da Agência Nacional de Pesquisa sobre a Ásia, baseada em Seattle, nos EUA. 

Os preços ainda serão pressionados para cima”, diz ele, prevendo que até o fim do ano a marca dos US$ 85 por barril será atingida. Nesta terça (22), o petróleo do tipo Brent era cotado na faixa de US$ 80. 

A escalada recente das cotações é responsável pela alta nos preços dos combustíveis no Brasil, que vem gerando reações no governo e temor de intervenção na política comercial da Petrobras. 

Nos EUA, o preço da gasolina aumentou 22% no último, o que também começa a gerar insatisfação junto aos consumidores às vésperas da chamada “driving season” -temporada de férias de verão, quando o consumo do combustível aumenta. 

A alta do diesel em um ano é de 29%, segundo a Agência de Informações em Energia (EIA, na sigla em inglês). 

Herberg diz que, atualmente, o consumo mundial está na casa de 99,3 milhões de barris por dia, enquanto a produção se situa próxima dos 98 milhões de barris, o que tem consumido estoques mundiais e pressionado os preços. 

O balanço continuará desfavorável no curto prazo, diz, citando fatores como os riscos geopolíticos, principalmente no Oriente Médio, as sanções ao Irã e a queda na produção venezuelana. 

Além disso, há restrições para o aumento da produção na maior bacia dos EUA, na região oeste do Texas, devido a gargalos de infraestrutura. 

Herberg estima que a crise da Venezuela e possíveis cortes nas exportações iranianas podem tirar entre 1,2 milhão e 2 milhões de barris por dia do mercado, ampliando a diferença entre oferta e demanda. 

Diz que, dependendo do ritmo de queda da produção venezuelana, as cotações internacionais podem chegar até os US$ 90 por barril, com potencial para intervenções no mercado por países detentores de reservas estratégicas. 

Na segunda (21), o diretor da Agência Internacional de Energia, Keisuke Samagori, disse à agência S&P Platts que a entidade estaria “pronta para agir” para manter o mercado abastecido. 

Não me surpreenderia se Donald Trump decidisse mexer nas reservas estratégicas do país para baixar o preço.” 

*Com informações da Folhapress
Postado em 23 de maio de 2018 - 13:39h

Dono de funerária mata homem, prepara enterro e é preso

A Polícia Civil prendeu o dono de uma funerária suspeito de preparar o enterro do homem que ele matou com 11 tiros em Poções, no interior da Bahia. A motivação do crime teria sido porque o autor dos disparos, Caio Souza Cunha, estaria inconformado com a falta de pagamento da vítima, Jadson Neves, que comprou um carro de Cunha. 

Segundo o Extra, a família contratou o serviço sem saber da informação que a polícia tinha sobre o assassinato. A arma usada para matar o homem foi encontrada na casa de um funcionário do dono da funerária, que também foi autuado em flagrante. 

No caso, por posse ilegal de arma.

Investigações apontam que Jadson só havia pagado uma parte do valor acordado com o suspeito. “O dono da funerária pediu R$ 53 mil pelo carro, mas Jadson só pagou R$ 35 mil, pois estava esperando Caio trocar a titularidade do veículo. Já o indiciei pelo homicídio e a prisão preventiva dele já foi solicitada”, explicou a titular da DT/Poções, delegada Alessandra Pereira.

Postado em 23 de maio de 2018 - 13:32h

MPF promove busca e apreensão na Prefeitura de Ceará-Mirim

O Ministério Público Federal (MPF) obteve um mandado de busca e apreensão na sede da Prefeitura de Ceará-Mirim, localizada a 28 quilômetros de Natal. O objetivo foi recolher material que possa subsidiar as investigações sobre possíveis irregularidades em um contrato de prestação de “serviços de transporte de estudantes e passageiros diversos”, firmado em 2016. 

O mandado foi cumprido por oficiais de Justiça e servidores do próprio MPF, na manhã desta terça-feira (22).

O contrato sob investigação, no valor total de R$ 499 mil, foi assinado em 2016 após o Município promover duas dispensas emergenciais de licitação, supostamente beneficiando uma empresa que havia sido derrotada no pregão presencial inicialmente realizado. 


Há ainda denúncias referentes à qualidade do serviço prestado e à forma de pagamento dos funcionários.

Omissão – Assim que a investigação teve início no MPF, um ofício foi encaminhado à Prefeitura de Ceará-Mirim – tendo sido recebido em 1º de junho de 2016 – e não resultou em qualquer resposta por parte do então chefe do Executivo. Um segundo ofício foi remetido em setembro do mesmo ano, também sem resposta, e reiterado por um terceiro, em setembro de 2017. 


 Somente em novembro do ano passado houve uma manifestação do Município, porém se limitando a informar que havia um grande volume de documentos referentes ao período solicitado e pedindo um prazo ainda maior para localização e envio dos arquivos relacionados à contratação. Desde então, nenhum outro comunicado chegou ao MPF. 

A omissão levou o procurador da República Felipe Siman a requerer, em março, a medida de busca a apreensão

“(…) verifica-se de forma inconteste que as requisições do MPF foram todas desatendidas, não havendo outro meio, senão o ajuizamento da presente medida, sobretudo em vista das informações trazidas ao nosso conhecimento pela representação”, reforçou o representante do MPF, em seu pedido, acatado pela Justiça Federal. 


O procurador acrescentou que, “diante de todo o contexto, não é desarrazoado acreditar que agentes públicos da Prefeitura de Ceará-Mirim estão ocultando documentos que são do interesse da investigação e determinantes para o esclarecimento dos fatos”. 

O material recolhido será anexado ao Inquérito Civil nº 1.28.000.000747/2016-05 e posteriormente analisado.
*Via João Marcolino
Postado em 22 de maio de 2018 - 22:27h

Constrangimento: Família recebe corpo errado para velório no RN

“A gente não quer falar sobre isso, quer tentar esquecer. Foi algo muito constrangedor. Está todo mundo abalado”. A fala é da sobrinha de um homem que morreu no último domingo (20) no Rio Grande do Norte. 

O que já era um pesadelo para a família da cidade de Tenente Ananias, na região Oeste potiguar, ficou ainda pior. O corpo que chegou para o velório no município localizado a 413 quilômetros de Natal não era o do parente.

O caso logo ficou conhecido no município. Todas as pessoas com quem o G1 conversou nesta terça-feira (22) já sabiam da história. 


O Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep) também reconheceu o erro e afirmou que já está investigando as responsabilidades de servidores ou do próprio sistema usado na liberação dos corpos. “Muito provavelmente foi falha humana”, disse o diretor Marcos Brandão.

Segundo a Secretaria de Assistência Social de Tenente Ananias, a morte do homem aconteceu no domingo. 


Após identificação na sede do Itep, na capital potiguar, um corpo foi liberado para a funerária contratada pela família e chegou ao município por volta das 5h da segunda-feira (21), após ser transportado por mais de 400 quilômetros. Na hora do velório, porém, eles perceberam que não se tratava do parente deles.

Depois de identificado o problema, foi preciso transportar o corpo errado de volta para Natal. 


E o corpo certo só chegou à cidade do Oeste por volta das 2h desta terça-feira (22), sendo sepultado no início da manhã. 

 “Constrangida” a família disse que preferia não dar entrevista e que quer apenas esquecer a situação, por enquanto. 
*Via João Marcolino
Postado em 22 de maio de 2018 - 22:17h

Rodrigo Maia diz que governo vai zerar imposto sobre combustíveis; renúncia fiscal deixará de arrecadar R$ 2 bilhões

Depois de sair de uma reunião com o ministro da fazenda, na tarde desta terça-feira (22/5), em Brasília, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, disse em seu perfil no Twitter que o governo vai zerar a Cide (Contribuição de intervenção no domínio econômico incidente sobre as operações realizadas com combustíveis).

Com isso, o governo abrirá mão de R$ 2 bilhões em arrecadação apenas com o diesel, disse Maia. 


A expectativa é que a decisão contente os transportadores, que estão bloqueando estradas em todas as regiões do país.O ato dos caminhoneiros é contra a alta nos preços do óleo diesel e começou na madrugada de segunda-feira (21/5), afetando diversos setores.
*Globo Rural
Postado em 22 de maio de 2018 - 21:18h

Protesto dos caminhoneiros cancela 3 voos para Brasília e deixa aeroporto sem combustível

Três voos que vinham para o Aeroporto de Brasília na tarde desta terça-feira (22) foram cancelados devido aos protestos dos caminhoneiros – segundo a Inframerica, administradora do espaço, o combustível está contingenciado por causa dos protestos dos caminhoneiros que ocorrem em todo o país. 

Até as 15h30, as aeronaves afetadas viriam para Brasília dos aeroportos de Confins (Belo Horizonte), Congonhas (São Paulo) e Santos Dumont (Rio de Janeiro). Elas ficaram nas cidades de origem devido à incerteza de abastecimento na capital, o que impediria a volta da tripulação. 

Voos saindo de Brasília ainda podem ser cancelados até o fim do dia – a Inframerica se reuniu com representantes das companhias aéreas para decidir quais medidas seriam tomadas. 

Segundo a Inframerica, a frota de caminhões que traz o querosene de aviação (QAV) para o Terminal está retida no Entorno do DF. 

A concessionária emitiu nota na qual “lamenta o transtorno que a situação pode gerar aos passageiros” e cobra “o inegociável direito à segurança das operações aeroportuárias”. A administradora recomendou que os passageiros busquem informações junto às companhias aéreas. 
 *G1
Postado em 22 de maio de 2018 - 21:14h

Veiculo pertencente ao vivice prefeito de Cerro Corá capota na R-042, vídeo

Um acidente tipo capotamento foi registrado nessa segunda-feira (21/05) na RN 042, trecho que liga Cerro Corá a Currais Novos, envolvendo um veiculo pertencente ao vice prefeito de Cerro Corá que não estava no carro, que era conduzido por um funcionário. 
Apenas o motorista estava no veiculo e não se feriu.
Policiais Rodoviários estaduais do 2º GPRE foram acionados e estiveram no local.
*Blog Plantão de Noticias
Postado em 22 de maio de 2018 - 16:36h

Fim de semana foi de poucas chuvas no RN

A Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (Emparn) divulgou nesta segunda-feira (21) o boletim pluviométrico com os dados do fim de semana. Poucas chuvas foram registradas no Estado entre às 7h de sexta-feira (18) e às 7h de hoje. 

Em Natal, a Emparn anotou apenas 11,7 milímetros. Em São gonçalo do Amarante, também região Leste Potiguar, a precipitação foi de 8 milímetros. 

O maior registro do período foi em Martins, na mesorregião Oeste Potiguar, com 16,1 milímetros. 

Confira o boletim completo 
MESORREGIÃO OESTE POTIGUAR 
Martins(Particular) 16,1 Portalegre(Particular) 7,2 Frutuoso Gomes(Emater) 7,0 Venha Ver(Emater) 6,0 Apodi(Base Fisica Emparn) 5,6 Felipe Guerra(Prefeitura) 5,5 Sao Rafael(Particular Ii) 4,8 Janduis(Emater) 4,6 Joao Dias(Emater) 4,0 Jose Da Penha(Emater) 4,0 Apodi(Prefeitura) 3,0 Lucrecia(Emater) 2,9 Sao Rafael(Emater) 2,5 Campo Grande(Particular 2) 2,4 Dr. Severiano(Emater) 2,0 Major Sales(Prefeitura) 2,0 Rodolfo Fernandes(Prefeitura) 2,0 Campo Grande(Particular) 0,8 Assu(Emater/st. Casa Forte) 0,5 Assu(Particular) 0,3

MESORREGIÃO CENTRAL POTIGUAR Cruzeta(Base Fisica Da Emparn) 6,0 Carnauba Dos Dantas(Emater) 0,1 
MESORREGIÃO AGRESTE POTIGUAR 
Barcelona(Particular) 3,3 Monte Alegre(Emater) 1,0 Monte Das Gameleiras(Emater) 1,0 
MESORREGIÃO LESTE POTIGUAR Natal 11,7 Sao Goncalo Do Amarante(Base Fisica Da Emparn) 8,0 Montanhas(Prefeitura) 3,4 Espirito Santo(Prefeitura) 1,7 Parnamirim(Base Fisica Da Emparn) 1,3.
Postado em 22 de maio de 2018 - 1:38h