O Comunicador

Entenda ponto a ponto as mudanças previstas pelo pacote anticrime de Moro

O ministro da Justiça e da Segurança Pública, Sergio Moro, incluiu a prisão após a segunda instância e a criminalização do caixa dois no pacote de medidas que apresentou nesta segunda-feira (4) aos governadores, em Brasília.
O texto da proposta altera 14 pontos do Código Penal, Código de Processo Penal, Lei de Execução Penal, Lei de Crimes Hediondos e Código Eleitoral. As medidas precisam passar por comissões do Congresso e serem aprovadas pelo plenário das duas Casas, por maioria simples, antes de irem para sanção do presidente Jair Bolsonaro.
Veja os principais pontos
PRISÃO DE CONDENADOS EM SEGUNDA INSTÂNCIA
Como é
Lei prevê que ninguém pode ser preso senão em flagrante ou após um processo transitar em julgado (tiver todos os recursos esgotados). Há discussão jurídica em torno da norma, e o STF vem permitindo desde 2016 a prisão de condenados em segunda instância (como nos Tribunais de Justiça), antes que caso chegue ao STF ou ao STJ
O que muda
Formaliza em lei a jurisprudência atual do STF. Eventuais multas decorrentes do processo também podem ser pagas quando o condenado começar a cumprir pena, não mais após o trânsito em julgado
TRIBUNAL DO JÚRI
Como é
É possível recorrer em liberdade de decisão do Tribunal do Júri —que julga crimes dolosos contra a vida (como homicídios). Um exemplo é o de Gil Rugai, que foi condenado pelo Tribunal do Júri de São Paulo pelas mortes de seu pai e sua madrasta e inicialmente pôde recorrer em liberdade
O que muda
Uma pessoa condenada pelo Tribunal do Júri começa a cumprir pena imediatamente após a decisão, mesmo que caibam eventuais recursos
NOVA REGRA PARA RECURSO
Como é
Os embargos infringentes, um tipo de recurso, podem ser interpostos caso haja um voto divergente, em benefício do réu (abaixando a pena, por exemplo), no colegiado que tiver realizado o julgamento
O que muda
Esses embargos só podem ser apresentados se um dos juízes da segunda instância tiver votado pela absolvição total do réu, e não em caso de outras divergências (como o tamanho da pena)
LEGÍTIMA DEFESA
Como é
Lei em vigor define legítima defesa como situação em que a pessoa, “usando moderadamente dos meios necessários, repele injusta agressão, atual ou iminente, a direito seu ou de outrem”
O que muda
Reduz pena até a metade ou deixa de aplicá-la se a legítima defesa “decorrer de escusável medo, surpresa ou violenta emoção”. Ponto é o mais criticado por entidades e autoridades da área de direitos humanos, que veem nele uma permissão para que policiais matem em serviço
​REGIME FECHADO
Como é
Só é aplicado para condenações acima de oito anos, independentemente do crime. A pena prevista para corrupção, por exemplo, é de 2 a 12 anos —portanto, é possível que um condenado por corrupção não vá para a cadeia se a pena for inferior a oito anos
O que muda
Vale para reincidentes e também para condenados por corrupção e peculato. Também vale para roubo praticado com arma de fogo. Restringe progressão de regime (do fechado para o semiaberto, por exemplo) para casos envolvendo morte da vítima. Coloca fim às saídas temporárias de presos condenados por crimes hediondos (como homicídio, latrocínio, estupro e genocídio), tortura e terrorismo. Condenado por integrar organização criminosa não pode progredir de regime se houver comprovação de que ele mantém vínculo com o grupo
ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA
Como é
Lei considera organização criminosa a associação de quatro ou mais pessoas ordenada e caracterizada pela divisão de tarefas com objetivo de obter vantagem de qualquer natureza, mediante a prática de crimes com penas superiores a quatro anos de prisão
O que muda
Inclui na definição facções conhecidas, como PCC (Primeiro Comando da Capital), Comando Vermelho, Família do Norte, Terceiro Comando Puro, Amigos dos Amigos e Milícias
ARMAS DE FOGO
Como é
Lei prevê que a pena para disparo, posse ou porte ilegal, comércio ilegal e tráfico internacional de arma de fogo seja aumentada caso o réu seja integrante de forças de segurança ou empregado de empresa de segurança e transporte de valores
O que muda
Aumenta a pena para os mesmos crimes se o réu já tiver registros criminais passados, com condenação em segunda instância
CONFISCO DO PRODUTO DO CRIME
Como é
Código Penal prevê de modo genérico o confisco “do produto do crime ou de qualquer bem ou valor que constitua proveito auferido […] com a prática do fato criminoso”
O que muda
Detalha que o confisco de bens será correspondente à diferença entre o valor do patrimônio do condenado e aquele que seja compatível com o seu rendimento lícito, em casos de condenados por infrações de pena máxima superior a seis anos de prisão. Obras de arte apreendidas ou outros bens de valor cultural e artístico passam a ser destinados a museus públicos em alguns casos
BENS APREENDIDOS PARA COMBATER CRIME
Como é
Não está detalhado no Código de Processo Penal
O que muda
Explicita na lei que fica autorizada a utilização de bens sequestrados e apreendidos para atividades de prevenção e repressão a crimes, com prioridade do órgão de segurança pública que fez a investigação. Por exemplo: lanchas de contrabandistas e traficantes apreendidas pela Polícia Federal em Foz do Iguaçu (PR), na divisa com o Paraguai, podem ser usadas pelos policiais federais no patrulhamento da fronteira. Quando o processo transita em julgado, o bem torna-se definitivamente propriedade do órgão público
PRESCRIÇÃO
Como é
Lei dispõe que prazo de prescrição deixa de correr em alguns casos, como quando o réu cumprir pena no exterior
O que muda
Inclui novas situações para o prazo de prescrição parar de correr, como quando houver recursos pendentes nos tribunais superiores (STF e STJ)
CRIME DE RESISTÊNCIA
Como é
Lei prevê pena de dois meses a dois anos de detenção a quem se opuser à execução de um ato legal, usando violência ou ameaça ao agente público. Quando o ato não se consumar devido à resistência, pena prevista é de 1 a 3 anos de reclusão
O que muda
Acrescenta que, se a resistência resultar em morte do agente, a pena vai de 6 a 30 anos de reclusão
ACORDOS CRIMINAIS E EM INVESTIGAÇÕES DE IMPROBIDADE
Como é
Não há previsão hoje
O que muda
Possibilita acordos para o investigado que confessa o crime, em casos sem violência ou grave ameaça, com pena máxima inferior a quatro anos. O Ministério Público poderá propor soluções sem que haja oferecimento de denúncia à Justiça, mediante algumas condições, como reparação do dano causado, renúncia dos bens de proveito ou produto do crime, prestação de serviços ou multa. Segundo especialistas, medida é inspirada no direito norte-americano (“plea bargain”). Na esfera cível, também passam a ser possíveis os acordos para reparação do dano nas investigações de improbidade administrativa, o que antes era vedado
INVESTIGAÇÃO DE POLÍTICO COM FORO
Como é
Investigação ou ação penal na primeira instância precisa ser remetida para o STF (Supremo Tribunal Federal), por exemplo, caso surjam indícios de envolvimento de políticos com foro especial (presidente, ministros, deputados, senadores)
O que muda
Autoridades que atuam na primeira instância remetem para o STF somente a parte relativa ao político com foro especial, prosseguindo com a investigação sobre os demais suspeitos. Nesse exemplo, a investigação ou a ação penal só passa integralmente ao STF se a corte decidir que é imprescindível julgar todos os envolvidos conjuntamente
CRIME DE CAIXA DOIS
Como é
Casos de caixa dois são julgados com base em um artigo do Código Eleitoral que fala sobre omissão ou falsidade na prestação de contas à Justiça Eleitoral. Punição é considerada branda (até cinco anos) e não se aplica a quem pagou o caixa dois. Boa parte dos inquéritos abertos no STF com base na delação da Odebrecht, por exemplo, investiga caixa dois. Segundo o TSE (Tribunal Superior Eleitoral), não há registro de condenados por caixa dois
O que muda
Tipifica o crime de caixa dois, com pena de 2 a 5 anos de prisão “se o fato não constitui crime mais grave” (se não vem acompanhado de corrupção, por exemplo). Prevê aumento da pena se houver a participação de agente público e estende a punição a quem deu o dinheiro via caixa dois
INTERROGATÓRIO POR VIDEOCONFERÊNCIA
Como é
Código de Processo Penal diz prática é “excepcional” e deve ser empregado em algumas situações, como para prevenir riscos à segurança pública no deslocamento de um preso
O que muda
Amplia os casos em que juiz pode ouvir presos por videoconferência e retira do código a “excepcionalidade” da medida. Trata-se de uma demanda dos governadores, que alegam gastar amplos recursos com o transporte de detentos para as audiências nos tribunais
PRISÃO DE CRIMINOSOS CONTUMAZES
Como é
Presos em flagrante podem ter liberdade provisória se juiz verificar que ele praticou o crime em estado de necessidade, em legítima defesa ou em estrito cumprimento de dever legal
O que muda
Acrescenta que o juiz deve negar a liberdade provisória se verificar que o preso “é reincidente ou que está envolvido na prática habitual, reiterada ou profissional de infrações penais ou que integra organização criminosa”, exceto se o delito for muito leve
PRESÍDIOS DE SEGURANÇA MÁXIMA
Como é
São presos nos presídios federais de segurança máxima “aqueles cuja medida se justifique no interesse da segurança pública ou do próprio preso”
O que muda
Acrescenta detalhes sobre como será o cumprimento da pena nesses presídios: cela individual, visitas só em dias determinados, no máximo duas pessoas por vez, “separadas [do preso] por vidro e comunicação por meio de interfone, com filmagem e gravações”, entre outras especificações. Medida visa evitar que chefes de facção enviem ordens por meio de parentes e amigos. As conversas com advogados não são gravadas
BANCO DE DNA DE PRESOS
Como é
Condenados por crimes graves e violentos devem ter amostra de DNA recolhida e armazenada em um banco de dados para auxiliar em investigações futuras. Apesar de lei estar em vigor, o banco de DNA não vem sendo abastecido regularmente
O que muda
Acrescenta que recolhimento do DNA será no momento do ingresso do condenado na prisão, a fim de efetivar uma lei que já existe. Passa a considerar falta grave a recusa do condenado de submeter-se à coleta da amostra. Também muda o momento em que o perfil genético pode ser excluído do banco de dados: quando houver absolvição do acusado ou depois de 20 anos do cumprimento da pena
INFORMANTE
Como é
Não há correspondência na lei atual
O que muda
União, Estados, municípios e estatais precisam criar ouvidorias em que qualquer pessoa possa relatar crimes contra a administração pública, resguardada a sua identidade. Também permite que o informante seja recompensado caso sua denúncia resulte na devolução de dinheiro público desviado

Fonte: Folhapress
Postado em 5 de fevereiro de 2019 - 12:24h

Agentes de saúde distribuem hipoclorito de sódio

O hipoclorito de sódio serve para lavagens de verduras e também para purificar a água para consumo humano. 


Além de reduzir as chances de contaminação por vírus, parasitas e bactérias causadores de diarreia, hepatite A, cólera ou rotavírus. 


A distribuição é gratuita  através dos agentes de saúde do município.


#saudemelhor #selounicef #rumoaoselounicef

*ASCOM
Postado em 4 de fevereiro de 2019 - 23:41h

Mineração movimenta R$ 164 milhões em 2018 e aumenta mais de 460% em uma década no RN

Bodó está entre cidades potiguares que mais receberam CFEM em 2018. Acidente vitimou dois mineradores no ano passado. — Foto: Hugo Andrade/Inter TV Costa Branca
O setor da mineração movimentou R$ 164,7 milhões em operações no Rio Grande do Norte, ao longo de 2018. O valor ainda é baixo na comparação com outros estados brasileiros, porém é mais de cinco vezes maior que o registrado 10 anos atrás, em 2009, quando as operações potiguares somavam R$ 29,3 milhões. Foram 461% de aumento. 

Ao longo do ano, o estado recolheu R$ 2,75 milhões, cerca de 2% do total, em Compensação Financeira pela Exploração Mineral (CFEM) – uma espécie de royalty pela atividade. Os dados foram colhidos pelo G1 no site da Agência Nacional de Mineração, na manhã desta segunda-feira (4). Em 2009, esse montante era de R$ 596,2 mil. 

Apesar do crescimento na operação no estado, o valor arrecadado foi menor desde 2014.
Por mais que muitas vezes não seja lembrado como um produto fruto de minério, o produto que gera maior receita no estado é a água mineral, cujas operações somaram R$ 556,8 mil no ano passado. Em seguida, vem o calcário, com R$ 545,7 mil. Veja abaixo os 10 produtos minerais com maiores operações no Rio Grande do Norte. 

Água Mineral – R$ 667.749,58 
Calcário – R$ 647.614,92 
Granito – R$ 402.111,55 
Scheelita – R$ 308.507,24 
Tungstênio – R$ 179.753,67 
Xisto – R$ 145.845,20 
Feldspato – R$ 120.970,33 
Calcário Dolomítico – R$ 67.347,41 
Caulim – R$ 46.433,36 
Gabro – R$ 24.600,04 

A porcentagem do CFEM recolhido varia de acordo com o minério explorado em cada região. Por isso, apesar de ter sido o município com maior valor em operação, tendo movimentado R$ 36 milhões ao longo do ano, com minério de água, Parnamirim teve apenas o terceiro maior no recolhimento do imposto, ficando atrás de Baraúna e de Currais Novos. 

Veja abaixo os 10 município que tiveram maior arrecadação de CFEM ao longo de 2018. 

Baraúna – R$ 540.726,49 
Currais Novos – R$ 479.942,34 
Parnamirim – R$ 365.433,98 
Equador – R$ 187.003,10 
Macaíba – R$ 173.046,07 
Parelhas – R$ 127.999,72 
Bodó – R$ 126.145,25 
Lajes Pintadas – R$ 114.234,26 
João Câmara -R$ 98.744,10 
Apodi – R$ 58.092,83 

Apesar de, segundo especialistas, o estado não contar com riscos de desastres como o de Brumadinho, em Minas Gerais, onde uma barragem de rejeitos cedeu, a atividade gera riscos principalmente para seus trabalhadores. 

No ano passado, dois mineradores morreram durante escavação de sheelita, em Bodó, na região Central potiguar. De acordo com moradores da região, João Adelino da Silva, de 32 anos, e Jonas Eleotério Pinheiro, também de 32 anos, tentavam explodir uma rocha quando houve o desmoronamento que os atingiu. 

*G1 RN
Postado em 4 de fevereiro de 2019 - 23:09h

Governo cobra R$ 130 milhões dos maiores devedores de impostos do RN

A Secretaria Estadual de Tributação (SET) anunciou que vai fazer uma operação de cobrança dos maiores devedores do estado e notificar inicialmente cerca de mil contribuintes em todo o Rio Grande do Norte. Somados, os débitos fiscais chegam a R$ 130 milhões. A operação vai contar com atuação de 74 auditores fiscais. 

Segundo o governo, no primeiro ciclo de cobrança, os contribuintes serão visitados e intimados por auditores para que regularizem os débitos. Após a notificação, eles terão um prazo de 15 dias corridos para pagar as dívidas e apresentarem os comprovantes. Caso isso não ocorra no prazo estipulado, o contribuinte será autuado, sujeitando-se à aplicação de penalidades estipuladas pela Lei do ICMS. 

Os contribuintes podem procurar as unidades regionais de tributação para efetuar o pagamento à vista ou parcelado até 60 meses”, disse o secretário de tributação, Carlos Eduardo Xavier. 

Além disso, o Estado poderá também aplicar a esse contribuinte o regime especial de fiscalização e todas as medidas decorrentes da cobrança do crédito tributário, como protesto em cartório, inscrição em dívida ativa e restrição ao patrimônio por meio da penhora bancária, de bens e leilão judicial. 

Ainda dentro do ciclo de cobrança, serão enviadas notificações aos devedores que possuem débitos menores, por meio eletrônico, através do Domicílio Tributário Eletrônico (DTE), o qual permite o envio de mensagens e avisos importantes para o celular ou e-mail do contribuinte. 

Os devedores também poderão negociar seus débitos junto ao Centro Judiciário de Solução de Conflitos (Cejusc Fiscal Estadual), criado após acordo entre o Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Norte e a Secretaria de Tributação no ano passado.
*G1 RN
Postado em 4 de fevereiro de 2019 - 12:16h

Fátima Bezerra perde as duas eleições suplementares

A governadora Fátima Bezerra passou por um domingo de derrotas nas eleições suplementares de hoje. Os candidatos apoiados por ela tanto em Santa Cruz, como em Passa e Fica, perderam. Não teve palanque governista que desse jeito.
 

Fátima vinha gravando vídeos para os candidatos, desprendendo tempo, esforço político e ainda espaços na agenda tanto dela, quanto na do vice Antenor Roberto de olho nas eleições suplementares realizadas pela Justiça Eleitoral, mas os resultados foram de derrota. A vontade de vencer era grande, mas tudo ficou só na vontade. 

Em Santa Cruz, o candidato Péricles Rocha, que tinha o apoio de Fátima, perdeu para Ivanildinho Ferreira, que tinha o apoio do deputado Tomba Farias. Foram 9.714 votos do eleito contra 9.094 do derrotado.

O resultado negativo também se repetiu em Passe e Fica, onde a governadora e sua estrutura declararam apoio a Cibelly Fonseca, o revés foi ainda maior. Quem venceu foi Celu Lisboa, sobrinho do ex-prefeito Pepeu Lisboa, com 4.086 votos contra 3.117 da candidata apoiada por ela. 


Foi, literalmente, um domingo de derrotas para o palanque do Governo do Estado.
*BG
Postado em 3 de fevereiro de 2019 - 23:08h

Acidente foi registrado na BR-226 em Currais Novos

Na manhã desse sábado (02/02/19) um acidente tipo tombamento foi registrado na BR-226, município de Currais Novos, envolvendo uma carreta que tombou ao entrar na temida “curva da Maniçoba”, que já foi cenário de vários acidentes graves, muitos deles fatais. 
Uma criança de 3 anos chegou a ser socorrida para o Hospital Regional Mariano Coelho, mas sem gravidade. 
O condutor também foi socorrido com escoriações.

Uma guarnição da Polícia Militar ,que passava no local, ajudou no isolamento da via até a chegada da Polícia Rodoviária Federal.

*CN Policia
Postado em 2 de fevereiro de 2019 - 19:17h

Polícia Civil prende suspeito de matar em Mossoró um homem usando uma tesoura de jardinagem

Policiais civis da Delegacia Especializada em Homicídios (DEHOM) cumpriram, nesta sexta-feira (01), um mandado de prisão preventiva contra Ronnie Von Antônio da Silva. 

O homem é suspeito de ser o autor do homicídio que vitimou Paulo Marcelo Dias Fernandes, no dia 10 de outubro de 2018, em Mossoró. Segundo investigações, o crime foi praticado com uma tesoura de jardinagem.
*BG
Postado em 1 de fevereiro de 2019 - 23:25h

Prefeita Graça Oliveira teve mais uma reunião sobre a estrada da produção; trecho de Cerro Corá a Lagoa Nova.

Nesta quinta-feira (31) nos reunimos com o responsável pelo Setor Social do Governo Cidadão, Sr. Marcelo, para conversarmos a respeito da última pendência que ainda tem da estrada da produção: trecho de Cerro Corá a Lagoa Nova. 

O proprietário da parte de terra que tem essa pendência não colocou nenhuma objeção sendo assim logo será concluído. 

#reuniao#estradaemproducao#cerrocoradagente#MaisTrabalhoeDesenvolvimento 
*ASCOM – PREFEITURA DE CERRO CORÁ/RN
Postado em 1 de fevereiro de 2019 - 23:10h

PM baleado em tentativa de assalto na Grande Natal perde um rim e tem perna amputada

O sargento da Polícia Militar baleado durante uma tentativa de assalto na própria casa, na Grande Natal, perdeu um rim, parte do sistema digestivo e teve uma das pernas amputada, por causa dos tiros que o atingiram. A informação é da PM. O policial segue internado na UTI do Pronto-socorro Clóvis Sarinho, na Zona Leste da capital, em estado grave. 

De acordo com a Polícia Militar, ele foi submetido a cirurgias e os médicos precisaram retirar os órgãos. A perna teve que ser amputada porque as lesões provocadas pelos disparos comprometeram a irrigação de sangue para o membro. O sargento foi baleado dentro da residência onde mora com a família, em São José de Mipibu, após trocar tiros com quatro assaltantes que invadiram o imóvel. 

Três suspeitos também ficaram feridos e o quarto conseguiu fugir. Entre os baleados, um foi executado a caminho do hospital, por criminosos que interceptaram a ambulância em que ele estava. 

Os quatro bandidos invadiram a casa do sargento por volta das 5h. O objetivo era fazer um arrastão na residência. Porém, o PM acordou, percebeu a tentativa de assalto e reagiu. Foi quando houve a troca de tiros. A mulher e os filhos do policial não foram feridos. 

Um carro usado pelos assaltantes, um ônix, foi encontrado abandonado na BR-226, em Macaíba, também na região metropolitana.

*G1 RN
Postado em 1 de fevereiro de 2019 - 23:04h

Suspeito de balear PM em tentativa de assalto na Grande Natal é retirado de ambulância e assassinado

Um homem suspeito de ter participado de uma tentativa de assalto – crime que terminou com um sargento baleado e dois bandidos feridos e presos nesta sexta-feira (1º) na Grande Natal – foi retirado de dentro de uma ambulância e assassinado a tiros. O veículo, que pertence ao hospital de Brejinho, fazia o transporte do paciente para a capital potiguar. Uma viatura da PM, que fazia a escolta, quebrou momento antes de um carro se aproximar e interceptar a ambulância.

 

Segundo informações do hospital de Brejinho, o suspeito e um outro homem interceptaram uma ambulância que estava a caminho de Brejinho, momento em que obrigaram os pacientes a saírem do veículo. O motorista, então, foi forçado a prestar socorro ao suspeito, que estava ferido. O segundo homem não seguiu com a ambulância e ainda é procurado.

 

Já no hospital de Brejinho, o suspeito foi atendido e seu estado de saúde estabilizado. Porém, ele precisou ser transferido para Natal e foi colocado em uma outra ambulância. Uma viatura da Polícia Militar foi acionada para fazer a escolta do paciente até a capital.

 

No meio do caminho, porém, a viatura quebrou, e a ambulância seguiu para Natal sem a escolta. Pouco tempo depois, após passar pela cidade de Monte Alegre, a ambulância foi interceptada. De dentro de um carro, homens armados atiraram na ambulância, que parou.

 

De acordo com a PM, os criminosos tiraram o suspeito da ambulância e o executaram. O motorista ficou em estado de choque, mas não foi ferido. Os bandidos, quatro homens em um carro de cor preta, fugiram em seguida. 
Em contato com o G1, a assessoria de comunicação da PM disse que o comando da corporação deve se pronunciar até o final do dia, mas já adiantou que um procedimento administrativo será aberto para apurar as circunstâncias do problema apresentado pela viatura.

 

*G1 RN
Postado em 1 de fevereiro de 2019 - 19:30h

ZAJA Confecções distribui solidariedade entre famílias cerrocoraenses

ZAJA Confecções distribui solidariedade entre famílias cerrocoraenses. 


Algumas imagens acima é o registro de mais uma ação do Projeto ZAJA Solidária, que desde dezembro de 2018 vem beneficiando dezenas de lares carentes do município com a doação de cestas básicas em parceria com seus mais de 150 colaboradores. 

Com senso de união, a Família ZAJA vem fazendo, mais uma vez, a diferença em sua comunidade, exercendo seu papel com responsabilidade social, dedicação e amor ao próximo.
Postado em 31 de janeiro de 2019 - 23:27h

Humorista Rodrigo Santanna revela namoro e se declara ao amado: “O amor faz disso”

O comediante Rodrigo Santanna usou as redes sociais para fazer uma declaração ao namorado, Junior Figueiredo, roteirista do Multishow. Geralmente discreto com a relação, Rodrigo fez questão de tornar público a admiração pelo amado, nesta quinta-feira (31). 

“Tem pessoas que chegam pra mudar o curso da nossa vida sem a gente perceber. O amor faz disso, hoje é dia dele. Obrigado por todas as mudanças @jrfigueiredo7 te amo. Parabéns”, publicou o global.

*Diário do Nordeste
Postado em 31 de janeiro de 2019 - 23:11h

Cerro Corá: Prefeita esteve reunida com representantes do SEBRAE

Nesta quarta-feira (30) a prefeita Graça Oliveira esteve reunida com os representantes do SEBRAE, o superintendente Zeca Melo e o diretor de operações Marcelo Toscano. 

O encontro foi para apresentar as ações integradas com a Prefeitura Municipal no ano passado e fotalecer a parceria para este ano. 

 #reuniao
#sebrae
#cerrocoradagente
#MaisTrabalhoeDesenvolvimento 
*ASCOM – PREFEITURA DE CERRO CORÁ/RN
Postado em 31 de janeiro de 2019 - 23:01h

Cerro Corá recebe pluviômetro automático para medir milímetros de chuvas

A Tecnologia vem ganhando cada vez mais força auxiliando em diversas áreas como Agricultura, Pecuária e Turismo.
A Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (EMPARN), iniciou as instalações de pluviômetros automáticos e telepluvuômetros em várias partes do Estado. 

Os equipamentos vão servir para monitorar as variáveis meteorológicas a cada hora, sendo transmitidas online para o servidor da EMPARN. 

A previsão é que essa nova rede esteja em pleno funcionamento no primeiro semestre de 2019. 

 #avancotecnologico
#emparn
#estacoesautomaticas
#cerrocoradagente 

*ASCOM – PREFEITURA DE CERRO CORÁ/RN
Postado em 31 de janeiro de 2019 - 12:26h

Homem tenta atacar policiais com facão é baleado e morto em Florânia

Um homem com envolvimento em crimes na cidade de Florânia, região do Seridó Potiguar, reagiu à abordagem da Polícia Militar e ainda tentou atacar os militares com um facão. O investigado foi atingido com tiro e socorrido. 

De acordo com testemunhas, a própria Polícia Militar chegou a prestar socorro ao elemento, que não resistiu e morreu ainda dentro da viatura policial. O Cabo Graco, comandante da PM/Florânia prestou uma queixa na Delegacia. 

O comandante conversou com o blog Jair Sampaio e confirmou que por pouco não foi atingido com uma facãozada. A polícia tentava averiguar uma informação que apontava o investigado como suspeito no roubo de uma motocicleta. 
 *Blog Jair Sampaio
Postado em 31 de janeiro de 2019 - 12:20h

Mega-Sena acumula e prêmio pode chegar a R$ 25 milhões

O prêmio da Mega-Sena sorteado na noite desta quarta-feira (30) acumulou. As dezenas do concurso 2.120 sorteadas foram: 13 – 20 – 24 – 25 – 38 – 41. 

O prêmio estimado para o próximo sorteio, no sábado (2), é de R$ 25 milhões.

A quina teve 61 apostas ganhadoras; cada uma levará R$ 34.732,22. Outras 3.897 apostas acertaram a quadra; cada uma receberá R$ 776,66. 


 As apostas podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília) nas lojas lotéricas credenciadas pela Caixa em todo o país ou pela internet, no site Loterias Online.

A aposta mínima, de seis números, custa R$ 3,50. 


Quanto mais números forem marcados, maior o preço da aposta.

Os sorteios da Mega-Sena são realizados duas vezes por semana, às quartas e aos sábados. Não havendo acertador em qualquer faixa, o valor acumula para o concurso seguinte, na respectiva faixa de premiação.

Postado em 31 de janeiro de 2019 - 12:16h

Empresário morre em acidente na BR-101 na Grande Natal

Homem era ex-marido da mulher que foi assassinada após um sequestro em outubro do ano passado, no interior potiguar.

Um empresário morreu após sofrer um acidente nesta quarta-feira (30) em uma rodovia próxima ao município de São José De Mipibu, na Grande Natal. Ele era o ex-marido da empresária Maria da Conceição Barbosa, que foi assassinada no interior do estado após um sequestro em outubro do ano passado. 

Luiz Hugo Vital Barbosa tinha 57 anos de idade e, no momento do acidente, seguia sozinho em uma caminhonete Hillux no sentido da BR-101 que leva a Natal. O empresário perdeu o controle do veículo, saiu da pista e capotou o carro, segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF). 

Familiares contaram para a polícia que o Luiz Hugo saiu para fazer um depósito no banco. O dinheiro não foi encontrado, apenas um envelope de depósito rasgado. Uma pistola calibre 380 prateada também foi encontrada dentro do veículo. A arma estava com um carregador cheio. A Polícia Civil recolheu o material para perícia.

*G1 RN
Postado em 31 de janeiro de 2019 - 11:55h

Empresário escapa após “matador” revelar plano tramado por esposa

O plano de mãe e filho para assassinar Jaetts Amaral, marido e padrasto, respectivamente, não saiu como eles esperavam. O suspeito que recebeu R$ 30 mil para assassinar o empresário não praticou o crime e ainda contou toda a trama para a vítima, que fugiu para outro estado para se proteger.
O motivo para planejar a morte, segundo a Divisão Especial de Investigação e Capturas (Deic), seria um conflito patrimonial enfrentado pela família, que ostentava uma vida luxuosa na redes sociais. 

A revelação dessa história, que mais parece um roteiro de filme, foi divulgada pela Polícia Civil de Alagoas em entrevista coletiva na Secretaria de Segurança Pública, em Maceió, nesta quarta-feira (30).
Suely Moraes Amaral e o filho Igor Amaral foram presos nesta terça-feira (29). Eles não foram detidos por terem mandado matar Jaetts Amaral, mas por participarem de uma organização criminosa que, segundo a polícia, lucrava em cima da prática de lavagem de dinheiro pelo crime de agiotagem. 

O suspeito contratado para matar o empresário- cuja participação em agiotagem não foi constatada pelas investigações – seria responsável por efetuar cobranças da prática criminosa liderada por mãe e filho.
Segundo o delegado Thiago Prado, o suspeito conhecido apenas como João, teria sido contratado em dezembro por R$ 30 mil, tendo recebido a metade naquele mês e a outra metade na quinta-feira passada, quando ele mentiu dizendo que tinha matado Jaetts com dois tiros na cabeça e jogado o corpo em um matagal em Marechal Deodoro. 

Naquele dia, João teria ainda apresentado uma agenda da vítima à Suely, porque a mulher havia ordenado que ele o fizesse após a consumação do assassinato.
Acreditando que o empresário havia sido assassinado, a própria esposa dele fez a denúncia na Deic, afirmando que Jaetts tinha desaparecido. A Polícia Civil chegou até a mulher e ao enteado da vítima depois que um familiar entrou em contato com a polícia afirmando que o empresário estava bem, em outro estado e revelando toda a trama. 

De acordo com o delegado Thiago Prado, as investigações apontaram para incongruências nas informações de mãe e filho durante os depoimentos, já que ela havia afirmado que Jaetts tinha deixado uma BMW em uma oficina na região da Jatiúca antes de ficar sem contato. Ao verificar a informação, polícia constatou que era falsa.
“Durante a prisão, expedida pela 17ª Vara Criminal, ela não demonstrou arrependimento e percebemos que ela ficou surpresa quando informamos que o marido estava vivo”, declarou o delegado. Segundo Prado, a mulher alegou que sofria violência física de Jaetts. 

No entanto, o delegado salientou que não há nenhum registro de Boletim de Ocorrência sobre a violência contra ela.
Ele explicou ainda que o filho foi cúmplice, pois sabia de toda a trama e foi responsável por sacar o dinheiro em um banco para efetuar o pagamento ao suspeito. João desistiu do crime e teria sido pressionado a cometê-lo, caso contrário, “Suely iria contratar outros pistoleiros dos quais ela se relacionava, para matar o marido”, complementou o delegado. O homem não foi preso porque está sendo tratado como colaborador da polícia e está em um local protegido. 

Agiotagem
Mãe e filho tiveram a prisão temporária decretada por serem suspeitos de liderar uma organização que lida com pistoleiros e agiotagem. Suely é servidora aposentada da Assembleia Legislativa do Estado de Alagoas, cuja renda é de R$ 20 mil mensais, incompatíveis, segundo a polícia, com o que ostenta nas redes sociais. O filho, Igor Amaral, não tem renda fixa. A vida luxuosa que eles apresentavam em comparação com o que eles realmente têm em ofício levou a polícia a levantar “fortes indícios” da prática de lavagem de dinheiro, conforme informou o delegado Thiago Prado. 

Ainda segundo a polícia, os indícios ficaram mais fortes depois do depoimento de João, que confessou trabalhar como cobrador dos empréstimos concedidos por Suely na agiotagem. As primeiras informações sobre o homem contratado e toda a trama da morte foi enviada à polícia por meio de gravação em vídeo. Também de acordo com a polícia, Igor foi preso por posse ilegal de arma de fogo. A arma foi apreendida. 
*Fonte: OP9
Postado em 31 de janeiro de 2019 - 11:18h

Cerro Corá: Prefeita inaugura novas instalações da sede da secretaria municipal de trabalho, habitação e assistência social

Na noite dessa terça feira (29), a prefeita Graça Oliveira, juntamente com a equipe que compõe a gestão, Inaugurou e entregou as novas instalações da sede da secretaria municipal de trabalho, habitação e assistência social.

A mesma está totalmente reformada, estrutura nova, aconchegante, um ambiente confortável para o bem estar da população cerro-coraense, já que a as instalações antigas não tinha a mínima condição de funcionar a secretaria de Assistência social, uma das secretárias que recebe o maior fluxo de pessoas. 

Essa é mais uma obra da gestão Graça Oliveira, que vem fazendo uma verdadeira reconstrução no município.
Postado em 30 de janeiro de 2019 - 3:07h

Forte rajada de vento destrói cobertura de oficina na cidade de Cruzeta

Moradores da cidade de Cruzeta, distante a 40km de Caicó, foram surpreendidos com a força do vento na tarde dessa terça feira que chegou acompanhando a chuva e destruiu o telhado de uma oficina no bairro Novo Horizonte. 

Moradores disseram ao blog Jair Sampaio que até o momento choveu apenas 19 milímetros mas que a força do vento chega a assustar. Ainda nessa tarde, 29, árvores foram arrancadas pelo tronco na zona rural daquele município. 

 *Foto: Pedro Henrique / Comunitária FM
Postado em 29 de janeiro de 2019 - 23:25h

Fátima promete regulamentar a profissão de artesão

Nesta segunda-feira (28), a governadora Fátima Bezerra (PT) prometeu implementar a Lei Nº 599/2017, que regulamenta o Programa de Artesanato do RN (Proarte-RN) e a profissão de artesão no estado. A promessa foi feita na abertura oficial da 24ª Feira Internacional de Artesanato (Fiart), no Centro de Convenções de Natal. 
Vamos construir coletivamente e implementar o Plano Estadual de Promoção do Artesanato Potiguar, que será a aplicação da Lei 599 e trará mais iniciativas como a Fiart, possibilitando a ampliação do mercado de artesanato em todo o estado. Valorizar o artesão, é também uma prioridade do governo”, afirmou. 
A Fiart integra o calendário oficial de eventos do Rio Grande do Norte e acontece sempre durante o período de alta estação, quando o estado recebe o maior número de turistas. O evento movimenta a economia local, gerando renda e divulgando o trabalho dos artesãos potiguares, brasileiros e estrangeiros. Este ano, expõem na feira artesãos de Senegal, Bolívia, República Tcheca, Peru, Madagascar e Colômbia.  
*Portal no Ar
Postado em 29 de janeiro de 2019 - 17:12h

Em show nos EUA, Eduardo Costa manda seguranças retirarem fã e darem tapas

Durante um show nos Estados Unidos, o cantor sertanejo Eduardo Costa parou de cantar e reclamou com um fã, que segundo ele estava tumultuando o local. O cantor ordenou que os seguranças retirassem o rapaz da casa de show e que dessem “uns tapas” no jovem.

A plateia aplaudiu, apoiando o discurso do sertanejo. O fato aconteceu na cidade de Danbury, estado de Connecticut (EUA), no último sábado (26). 


Em um vídeo de pouco mais de três minutos que circula na internet, é possível ver o rapaz sendo retirado à força por um dos seguranças, enquanto Eduardo Costa continua seu discurso: “tira ele e dá uns tapas nele pra mim, por favor”, diz. E continua: “Esse tipo de gente tem que apanhar para aprender a viver”. 

Após a retirada do rapaz, Eduardo Costa pede para “pegarem a mulher dele” e diz que só não pegaria ele mesmo porque está muito ocupado. 

Em uma rede social, Eduardo Costa se pronunciou, mas deletou o post pouco tempo depois. Segundo ele, havia mulheres e senhoras no show, e o rapaz foi ao local alterado, estava empurrando as pessoas, jogando bebida e ‘coisas no palco’. O sertanejo ainda disse que o rapaz “merecia ir para cadeia e ser deportado”. 
*Diário do Nordeste
Postado em 29 de janeiro de 2019 - 1:37h

Pai é detido por levar bebê para motel junto com outro homem

O pai de um bebê de 11 meses foi detido no domingo (27) por levar o filho para um motel em Várzea Grande, na região metropolitana de Cuiabá, acompanhado de outro homem. Segundo a Polícia Civil, uma equipe do Conselho Tutelar foi acionada e ficou responsável pela criança. 

O caso é investigado pela Delegacia Especializada de Defesa da Mulher, Criança e Idoso de Várzea Grande. 

A criança foi localizada após a denúncia de uma das funcionárias do estabelecimento. À polícia, ela disse que ouviu o choro do bebê em um dos quartos. Após chegarem no local, os policiais encontraram o bebê que estava com dois homens, de 32 e 24 anos. 

O mais velho alegou aos policiais que seria o pai da criança. 

Na delegacia, ele disse que a mãe do bebê estaria em uma viagem a Nobres, a 151 km de Cuiabá, e que foi ao motel para ter relação sexual com o outro homem. 

De acordo com a Polícia Civil, o pai do bebê pode responder, ao final da investigação, aos crimes previsto no artigo 218 e 217-A, respectivamente, de ter ato libidinoso na presença de criança ou adolescente ou estupro de vulnerável, caso se comprove que a criança foi tocada. 

Testemunhas devem ser intimadas para depôr sobre a ocorrência. As datas dos depoimentos e quem deve ser ouvido, entretanto, não foram divulgados. 

Ainda segundo a polícia, a eventual situação de risco e exposição da criança devem ser apuradas pelo Conselho Tutelar e pelo Ministério Público. 
 *G1
Postado em 29 de janeiro de 2019 - 1:23h

Ex-governador Robinson Faria encara choque de realidade na vida pós-poder

Neste domingo (27), há 48 horas após ter os bens bloqueados pela Justiça, o ex-governador Robinson Faria (PSD) foi as suas redes sociais desabafar falando sobre tema Ingratidão x Gratidão onde relatou uma série de ações tomadas quando governador e os esforços feito para não demitir servidores.

Robinson se afoga no ego que não permite que ele respire para enxergar os próprios erros. Não há meia culpa nem reconhecimento de falhas políticas e estratégicas.

O ex-governador falhou politicamente ao escolher o caminho mais fácil que terminou dando errado no longo prazo.

A estratégia de governo foi errada quando não fez as reformas necessárias logo no início da gestão se acomodando nos saques ao fundo previdenciário.

Robinson quer gratidão onde ela não cabe. A população não perdoa atrasos na folha de pagamento e ele sabe muito bem disso.

O post do ex-governador parece mais o esperneio de quem ainda não se adaptou à vida pós-poder. A saudade dos afagos nos bastidores deve ter mexido com Robinson.

Robinson acusou publicamente o golpe antes do fim cronológico da gestão dele chegar a um mês.

Veja o desabafo de Robinson baixo:

“Gratidão 
ou ingratidão?

Depois de 32 anos de vida pública, exercendo mandatos eletivos até chegar ao cargo de governador, em 2015, numa eleição que as pessoas denominaram “a vitória do impossível”, tomo a liberdade de fazer com vocês uma reflexão de um dos sentimentos mais nobres do ser humano que é a “gratidão”.

Deus nos deu o livre arbítrio para que pudéssemos escolher os nossos próprios caminhos. O tema “Gratidão ou Ingratidão” há muito vem sendo discutido por filósofos, poetas, escritores e até na Bíblia Sagrada, por Davi, que desabafa com Deus sobre a ingratidão no salmo 41, onde daqui a pouco farei menção.

Santo Agostinho falou muito sobre a ingratidão, comentando que é a maior fraqueza do homem. Enquanto que a gratidão é a maior das virtudes. Alguns poetas escreveram que a ingratidão é o câncer da alma; e outros que a gratidão é a memória do coração.

É bom lembrar que Jesus curou dez leprosos e apenas um voltou para agradecer.

Voltando a Davi, no salmo 41, ele indagava a Deus num tom de decepção e desabafo: “Eles dizem assim: ele está muito mal mesmo e não vai se levantar mais”. Davi continua “Até o meu melhor amigo, em quem eu tanto confiava, aquele que tomava refeições comigo, até ele se virou contra mim”.

Em outro momento, Davi também desabafou: “Todos os que me odeiam falam de mim, cochichando e pensam que o pior vai me acontecer”. E chega o momento de maior angústia, e pergunta a Deus: “Os meus inimigos falam mal de mim e perguntam: Quando será que ele vai morrer e ser esquecido?”

Quero deixar claro que essa narrativa que divido com vocês não tem motivação política, assim como não reflete o fato de não ter sido vitorioso na última eleição para o governo.

Tenho consciência de que procurei governar cumprindo o juramento que fiz a Deus: “Governar para os que mais precisam”. Me orgulho do RN ser o estado que hoje tem o maior programa de acesso à alimentação do Brasil, oferecendo mais de um milhão de refeições, num preço simbólico de 1 real, saciando a fome de milhares de desempregados. O Transporte Cidadão, oferecendo transporte gratuito para doentes crônicos, pessoas com necessidades especiais, idosos. Somos o único estado do Brasil que oferece esse serviço.

Sei que muitos vão falar: “Mas Robinson deixou atrasar o pagamento do servidor”.
Quero pedir a sua paciência para uma reflexão, com honestidade e sem o calor da batalha eleitoral.

Como governador, infelizmente, só tinha duas escolhas para tomar. A primeira seria a mais cômoda, mais fácil, vamos chamar assim, que seria demitir 20 mil servidores, e assim teria governado os quatro anos sem atraso.

A outra opção, que foi a que escolhi, não demitir e lutar, perseverar e esperar um apoio da União, que foi dado a outros estados e aqui nunca chegou. Vocês sabem que não tive apoio político, muito pelo contrário, fui boicotado por aqueles que derrotei em 2014, quiseram me enfraquecer para voltar ao poder. Eu sabia que a minha decisão de não demitir me levaria ao atraso salarial e, por consequência, ao gigantesco desgaste político.

Mas a noite, quando vou dormir, não imagino a cena de um pai ou uma mãe, uma enfermeira, um policial, um médico e tantos outros servidores chegando em casa e falando pra família: “Estou desempregado, não sou mais servidor do Estado”. Essa culpa eu não levo.

Fui aconselhado por muitos a demitir os servidores. Vários governadores demitiram e foram reeleitos. Falaram também: “Governador, o estado tem três milhões e quinhentos mil habitantes, não serão vinte mil que irão derrotá-lo.

Vejam, meus amigos, o que vivi, o que passei sentado naquela cadeira solitária com a caneta na mão para assinar as demissões.

Tomo hoje a liberdade para abrir o coração, com toda a fé que Deus me deu, que para mim a escolha estava na ambição de um novo mandato ou no coração de não castigar milhares de pais, mães e filhos.

Falam que governar não pode ter coração. Não vejo dessa forma, sei que a minha escolha custou a minha derrota. Os servidores não entenderam, não compreenderam que eu estava garantindo o futuro deles.

Perdi a eleição, mas não perdi a dignidade, a gratidão, o sentimento de justiça!

O coração venceu a ambição, essa é a grande vitória.

Se Deus e o povo anônimo me deram a missão de governar o RN, no momento mais difícil da sua história, é porque Deus conhecia o meu coração.

Lembro que o povo até comentou que a minha vitória em 2014 foi semelhante à de Davi contra Golias.

Não fui eu quem quebrei o RN. Não fui eu quem quebrei o Brasil. Não fui eu quem quebrei a Petrobras, que era um braço forte da nossa economia. Recebi o estado mais falido do Nordeste. Também não tive culpa do meu governo ter enfrentado a maior seca dos últimos cem anos, dizimando o setor primário e contribuindo para abalar ainda mais as nossas finanças.

Mas nunca desanimei, sabia que seria o governo do impossível, da superação, da perseverança e da esperança. Mesmo com todas as tempestades que enfrentei, com coragem e humildade, combatendo o bom combate, deixo um legado de mais de 1.300 obras, em diversas áreas, como por exemplo na saúde com a construção de 160 leitos de UTI acabando com a fila da morte. Hospitais regionais que esperavam décadas por cirurgias ortopédicas para não dependerem mais do Walfredo Gurgel, em Natal. Pau dos Ferros, Caicó, Currais Novos, Macaiba, Parnamirim, o novo Hospital da Polícia Militar com vinte novos leitos de UTIs, com a reforma e ampliação, o hospital saiu de 60 para 130 leitos, aumentamos o tamanho em seis vezes.

E tantas outras obras esperadas há décadas como o Anel Viário Metropolitano, a Moema Tinoco, a Estrada da Castanha em Serra do Mel, o aeroporto comercial de Mossoró já com voo da Azul.

O resgate do turismo gerando milhares de empregos, o novo Centro de Convenções de Natal, que passou de 6 mil para 13 mil lugares. Temos hoje o Centro de Convenções mais bonito do Brasil.

Enfim, poderia ficar aqui prestando contas de obras históricas, mas deixo o tempo, que é o senhor da Verdade, tocar o coração dos norte-rio-grandenses.

Voltando ao tema “Gratidão”, só tenho a agradecer a Deus, aos meus seis filhos que Deus me deu, ao povo amigo do RN que me deu a missão de ser o seu governador em 2014.

Terminando aqui a nossa conversa, confesso que escrevi do começo ao fim com os olhos tomados de lágrimas. Tive que parar algumas vezes para rezar, me recompor e pedir a Deus inspiração!

A minha contribuição depois de ter sofrido na alma a dor da ingratidão muitas vezes.

Nunca percam dentro de si o sentimento da gratidão, mesmo que não seja retribuído. Deus estará vendo o seu coração, é Ele quem nos julgará.

Peço desculpas pelos meus erros, continuo aqui torcendo pelo nosso Rio Grande do Norte.

Amo todos vocês. Que Deus abençoe a todos!

Muito obrigado!”
Postado em 28 de janeiro de 2019 - 23:49h

Equipamentos de israelenses não são efetivos para as buscas, dizem Bombeiros

Os equipamentos trazidos de Israel para Brumadinho (MG) “não são efetivos para esse tipo de desastre”, disse o comandante das operações de resgate, o tenente-coronel Eduardo Ângelo. “O ministro de Israel se pronunciou a respeito das dificuldades que eles tiveram. O imagiador que eles têm pegam corpos quentes, e todos os corpos [na região] são frios. Então esse já é um equipamento ineficiente”. 

Indagado sobre o que outros equipamentos israelenses podem ser usados nas buscas, o comandante afirmou: “Dos equipamentos que eles trouxeram, nenhum se aplica a esse tipo de desastre”. 

O militar reconheceu que o detector de imagens poderia ser eficaz para localização de sobreviventes, pois capta o calor humano. Porém, nenhum sobrevivente foi localizado pelas buscas das últimas 48 horas. “O que faz [constitui] a imagem é a temperatura. Quando a temperatura está homogênea, é como se não houvesse nada no solo”. 

O comandante, porém, disse que o apoio dos israelenses é importante e funciona “como mão-de-obra”. “As equipes de campo estão acompanhadas pelas equipes dos bombeiros de Minas Gerais.” 

O comandante voltou a dizer que são pequenas as chances de localização de sobreviventes. 

O que a literatura fala é que depois de 48 horas, a chance é quase nula. Mas existem registro de pessoas que foram encontradas vivas dias depois, mas é um ponto fora da curva. A experiência mostra que a cada dia que passa, a chance é menor”. 
 *Diário do Nordeste
Postado em 28 de janeiro de 2019 - 23:36h

Parede de barragem do RN pode ser arrancada com as mãos. Veja vídeo

Com a tragédia que acometeu Brumadinho, em Minas Gerais, as atenções sobre as barragens foram intensificadas em todo o Brasil. No Rio Grande do Norte, cinco estruturas estão comprometidas e apresentam graves problemas, uma delas é a Barragem Passagem das Traíras, na Região do Seridó. Assista ao vídeo em que um morador da cidade chama a atenção para a instabilidade do concreto. 

O vídeo começou a circular em grupos do WhatsApp da região depois que o deputado Estadual, Nivaldo Costa (PDT), gravou um áudio divulgando que tinha tomado uma medida em relação ao perigo que a barragem tem apresentado ao local. Na ocasião, o deputado fala que conseguiu marcar uma reunião com a governadora Fátima Bezerra (PT) para tratar do assunto. 

A barragem é uma das mais importantes do Estado e está localizada na Bacia do Rio Piranha-Assu, na fronteira dos municípios de São José do Seridó, Jardim do Seridó e Caicó. Nas imagens feitas pelo morador da cidade Alcino Inácio, é possível perceber a facilidade que a parede tem em cair e se desfazer, sem muito esforço. Os problemas listados são trincas, fissuras e erosão. Das cinco barragens, apenas duas apresentam valores de recuperação estimado em mais de R$ 4 milhões, a outra é a Marechal Dutra, mais conhecida como “Gargalheiras”. 

O Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (CREA-RN) avisou através de nota que irá montar uma comissão de estudos ainda nesta segunda-feira (28), com o objetivo de apresentar um planejamento de reformas e melhorias. Posteriormente o projeto será lançado a Secretaria do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh).
*De Olho na Noticia
Postado em 28 de janeiro de 2019 - 21:19h

Gato é apreendido com drogas e carregadores de celular ao tentar entrar em presídio na PB

Um gato foi apreendido com drogas e carregadores de celular ao tentar entrar no Complexo Penitenciário Serrotão , na noite deste domingo (27). 
O animal foi encontrado por um agente penitenciário em frente ao portão da penitenciária.
Com o gato foi encontrado 120 gramas de substância semelhante à maconha e cinco cabos de carregador de celular, que estavam amarrados por fita ao redor do seu corpo. 
A Polícia não sabe informar quem iria receber o material ou quem envio. O caso segue sendo investigado. 
 *Click PB
Postado em 28 de janeiro de 2019 - 18:07h

Assaltantes fazem arrastão em hospital, roubam TVs, celulares e levam carro de médico em Taipu, RN

O Hospital Municipal de Taipu, distante pouco mais de 50 quilômetros de Natal, foi alvo de criminosos na madrugada desta segunda-feira (28). Os bandidos fizeram um arrastão na unidade e levaram aparelhos de TV, celulares de funcionários e mais o carro de um médico. 

Segundo o major Tony Swamarn, comandante da PM na região, testemunhas relataram que o crime aconteceu pouco depois das 3h. Eram seis os criminosos, dois deles armados com um revólver e uma pistola. 

Os assaltantes renderam os servidores que estavam de plantão e tomaram deles os aparelhos celulares. Aparelhos de TV da unidade também foram levados, além de um Jeep Renegade, que pertence ao médico.
O carro ainda não foi encontrado. 

*Fonte: G1 RN
Postado em 28 de janeiro de 2019 - 13:00h

Jovem sofre grave acidente próximo ao aeroporto de Currais Novos

Acidente registrado na tarde deste domingo dia 27/01 na BR-226 próximo ao aeroporto de Currais Novos, um jovem de 13 anos saindo de uma estrada carroçal em uma bicicleta entrou de repente na pista de rolamento e acabou colidindo com um veículo, o motorista ainda tentou desviar mas não conseguiu. 

O jovem foi encaminhado para o hospital de de nossa cidade Dr. Mariano Coelho, e em seguida devido a gravidade dos ferimentos foi encaminhado para Natal.
*Plantão de Noticia
Postado em 27 de janeiro de 2019 - 22:38h