O Comunicador

Namorada de ator morto diz que pai planejou assassinato e tinha ciúme possessivo: ‘Ele não atirou em mim porque não queria’

Isabela Tibcherani, namorada de ator Rafael Miguel, assassinado nesse domingo junto dos pais, se pronunciou sobre a tragédia em família. A jovem de 18 anos concedeu entrevista ao programa “Balanço Geral”, na tarde dessa segunda-feira (10), e disse que o crime foi premeditado pelo pai, Paulo Cupertino Matias. Segundo a jovem, seu pai, que fugiu após cometer o triplo assassinato, era uma pessoa agressiva, misógina e tinha um ciúme possessivo dela.

“Meu pai tem um ciúme possessivo, doentio. Ele é misógino, agressor, odeia mulheres e acha que mulher só serve para lavar, passar e cozinhar”, explicou Isabela, que no máximo acreditava que o pai saísse na briga de braço com Rafael. “Ainda não consigo acreditar, mas estou me esforçando. Juro que o máximo que pensei que fosse possível era meu pai sair na mão. Mas quando eles [Rafael e os pais] chegaram, ele me mandou entrar e começou a atirar”, revelou a namorada do ator de “Chiquititas”.

Quando saiu a notícia da tragédia, diversos sites e perfis na internet afirmaram que Isabela estava grávida, o que foi desmentido por ela na entrevista ao noticiário da Record. Além disso, ela contou que não via Rafael há bastante tempo e a última vez que estiveram juntos foi no sábado (08), quando se reencontraram.

“Chegaram a dizer que eu estava grávida, que eles estavam indo pra esclarecer a gravidez, o que não é verdade. A gente estava há muito tempo sem se ver”, disse. “Eu não estou com medo porque não tenho nada a perder, temo pelas pesssoas que estão comigo, que estão me protegendo. Ele não atirou em mim porque não queria”, desabafou Isabela.

“Nossa amor não acabou, foi uma fatalidade. A gente tinha muita fé que tudo ia acabar da melhor forma, que tudo ia se resolver e fazendo planos para morarmos juntos. Passamos a noite do dia 8 juntos, nos divertimos bastante. Foi o melhor dia das nossas vidas, do nosso namoro de um ano e dois meses”, contou a jovem.

Isabela disse ainda que não está recebendo apoio da mãe, que decidiu ficar do lado do marido. Neste momento, ela está sendo amparada por amigos. “Minha mãe não está do meu lado, por incrível que pareça. Ela não vai ajudar as investigações, mas não vai precisar disso porque já conseguiram imagens dele. Mas se fosse pra contar com ela, eu estaria sozinha. Não quero nem vê-la”, disse.

O crime

Rafael Henrique Miguel tinha 22 anos e foi morto com os pais dentro da casa da namorada neste domingo, 9, no bairro da Pedreira, na zona sul de São Paulo. O ator, o pai, João Alcisio Miguel, de 52 anos, e a mãe, Miriam Selma Miguel, de 50, foram recebidos pela garota e a mãe dela. De acordo com informações da Secretaria de Segurança Pública, durante a conversa, o pai da menina, o comerciante Paulo Curpertino Matias, de 48 anos, chegou ao local armado e disparou contra as três vítimas e fugiu. O motivo do crime ainda é desconhecido e o caso já está sendo investigado.

*Portal no Ar

Postado em 10 de junho de 2019 - 16:07h
Comentar