7 de dezembro de 2018

Presidente Jair Bolsonaro será cidadão cearense

A depender do deputado estadual Ely Aguiar (DC) e da bancada conservadora na Assembleia Legislativa, o presidente eleito, Jair Messias Bolsonaro, se tornará cidadão do Ceará. Isso porque iniciou tramitação na Casa, na manhã desta sexta-feira, projeto de Lei de Ely Aguiar que concede o título de cidadão cearense ao político. 

Na justificativa, Ely Aguiar faz um breve histórico sobre a vida do presidente, contando, dentre outras coisas, que a relação de Bolsonaro com o Ceará se dá pelo fato de sua esposa, a futura primeira-dama Michelle Bolsonaro, ser filha do cearense Vicente de Paulo Reinaldo, a quem Bolsonaro sempre se refere como “Paulo Negão”. Durante a disputa eleitoral, o presidente obteve pouco mais de 1 milhão de votos no primeiro turno da campanha e 1.3 milhão no segundo turno. O projeto de Lei de Ely Aguiar foi assinado para tramitação na Casa por 33 deputados estaduais, inclusive, membros do PDT. 

Parlamentares do PT e PSOL não assinaram a proposta . Assinaram o projeto os seguintes deputados: Aderlânia Noronha (SD), Antônio Granja (PDT), Bethrose (PP), Bruno Gonçalves (Patri), Bruno Pedrosa (PP), Capitão Wagner (PROS), Carlos Matos (PSDB), Danniel Oliveira (MDB), David Durand (PRB), Silvana Oliveira (PR), Evandro Leitão (PDT), Fernanda Pessoa (PSDB), Ferreira Aragão (PDT), Gony Arruda (PP) Heitor Férrer (SD), Jeová Mota (PDT), João Jaime (DEM), Joaquim Noronha (PRP), Julinho (PDT), Leonardo Araújo (MDB), Leonardo Pinheiro (PP), Lucilvio Girão (PP), Manoel Duca (PDT), Mário Hélio (Patri), Mirian Sobreira (PDT), Odilon Aguiar (PSD), Robério Monteiro (PDT), Roberto Mesquita (PROS), Sérgio Aguiar (PDT), Tin Gomes (PDT), Tomaz Holanda (PPS), Walter Cavalcante (MDB) e Zezinho Albuquerque (PDT). 

*Diário do Nordeste

Nenhum comentário:

Postar um comentário