27 de dezembro de 2018

Polícia prende em Minas Gerais falso médium natural do RN que praticava crimes do tipo há 20 anos

Foto: (Guilherme Paranaíba/ EM/ D.A Pres)
Está preso à disposição da Justiça o estelionatário Djalma Alves da Silva, de 55 anos, natural do Rio Grande do Norte, que atuava como um falso médium no Hipercentro de Belo Horizonte-MG, e deu um golpe de R$ 284 mil em uma professora aposentada na capital mineira. Ele chegou a usar truques de mágica para conquistar a confiança da idosa, além de levá-la a instituições de caridade para convencer ainda mais a vítima. Com o nome de Antônio, ele atuava em uma sala alugada no Edifício Clemente Faria, na Avenida Afonso Pena, em plena Praça Sete, como se fosse um guia espiritual. 

Segundo a Polícia, um dos truques usados pelo estelionatário para impressionar vítimas era mergulhar uma folha de papel na água e retirar com o aparecimento da imagem de um caixão, mediante conhecimentos de química que o criminoso possui. Ele tem, inclusive, uma carteira da Associação de Mágicos do Estado de São Paulo. Outro truque usado pelo investigado teve relação com frutas, segundo a Polícia Civil. Ele pediu que a mulher levasse algumas frutas em um dos encontros e ao descascar um mamão ele inseriu objetos como um pedaço de uma nota de R$ 50, que indicaria a necessidade de purificação do dinheiro. 

*Estado de Minas

Nenhum comentário:

Postar um comentário