13 de dezembro de 2018

Polícia Civil prende taxista suspeito de dar fuga a assaltantes que atiraram em PM em Natal

Um taxista foi preso suspeito de ter dado fuga aos homens que atiraram em um policial militar na manhã desta quinta-feira (13), durante um assalto na Zona Leste de Natal. 

O taxista tem 37 anos de idade e confessou o crime em depoimento à polícia. A prisão foi realizada pelos policiais da 4ª Delegacia de Polícia Civil de Natal e divulgada pela Delegacia Especializada em Furtos e Roubos (Defur). Segundo a polícia, o motorista de táxi era o responsável por levar e buscar a dupla de assaltantes que foram roubar a clínica de fisioterapia no bairro Barro Vermelho. Ele que que participou de seis roubos, incluindo um cartório, farmácias e a clínica. 

O soldado chegou para ser atendido no momento em que os criminosos começaram a recolher os pertences de outros pacientes que estavam na recepção e trocou tiros com os dois. Investigações da Polícia Civil e imagens das câmeras de segurança mostram o policial tentou correr depois de atingido e durante uma luta com os suspeitos teve a sua pistola roubada. Baleado em uma das pernas, no quadril e no abdômen, o PM foi socorrido ao Pronto-Socorro Clóvis Sarinho. O estado de saúde dele é considerado grave, mas estável.

*G1 RN

Nenhum comentário:

Postar um comentário