21 de dezembro de 2018

Ex-PM do RN que matou idoso no RJ já responde por homicídio

O policial militar reformado identificado como Jefferson Perceu Maciel Saraiva, que roubou uma arma da 5ª Delegacia de Polícia do Rio de Janeiro e abriu fogo contra policiais civis e um idoso, já responde por outro crime praticado em 2014 no Rio Grande do Norte. 

O PM reformado é réu em um processo no qual é acusado por homicídio qualificado, invasão de domicílio e roubo com porte de arma de fogo. O caso ocorreu há quatro anos. Jefferson teria atirado oito vezes contra uma mulher na cidade de João Câmara, no Agreste potiguar. 

O processo por homicídio qualificado está suspenso desde novembro deste ano. Em 2016, a Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte negou, por unanimidade, um pedido da defesa pela absolvição de Perceu. Na oportunidade, um laudo médico com o diagnóstico de esquizofrenia paranoide foi apresentado como um dos argumentos da defesa do réu. 

O caso 

O PM reformado potiguar Jefferson Perceu Maciel Saraiva, de 46 anos, foi detido na manhã desta sexta-feira (21) no Aeroporto Santos Dumont, região central do Rio de Janeiro. Ele teria causado um tumulto no local. De acordo com a Delegacia de Homicídios do Rio de Janeiro (DH), o homem foi conduzido algemado à 5ª Delegacia de Polícia Civil por policiais militares para ser autuado pelo crime de lesão corporal. No momento em que teve uma das mãos liberadas para assinar o Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO), ele roubou a arma de um dos policias militares que o acompanhava e abriu fogo contra um policial civil. 

Em seguida, o PM reformado matou, com dois tiros, Valdecir de Jesus, de 62 anos, que buscava atendimento na unidade. Em fuga, o potiguar de 46 anos chegou a roubar uma moto e ainda baleou um pedestre. Policiais que estavam próximos abriram fogo e atingiram Perceu, que foi socorrido ao hospital, onde está sob custódia. Ele foi preso em flagrante pelos crimes de homicídio e tentativa de homicídio. 

*OP9

Nenhum comentário:

Postar um comentário