19 de outubro de 2018

Ex-vereador de Bodó e comerciante é preso suspeito de receber R$ 20 mil desviados de contas bancárias em GO

Um comerciante de pedras preciosas de 51 anos foi preso na quinta-feira (19) em Goiânia suspeito de furtar dinheiro de contas bancárias. Segundo a Polícia Civil, José Antônio de Assunção Gomes recebeu R$ 20 mil que foi desviado de outras pessoas e ficaria com 40% do valor. Durante a apresentação à imprensa, o homem negou o crime e disse que recebeu a quantia devido à venda de um carro para um amigo. 

A Polícia Civil chegou até José Antônio após um alerta emitido por uma instituição financeira, que identificou diversas movimentações irregulares em todo o país que totalizavam mais de R$ 1 milhão. "O José Antônio de Assunção Gomes é do Rio Grande do Norte e de todo o valor desviado no país, R$ 20 mil foram para a conta dele. 

A gente conseguiu identificá-lo e prendê-lo no momento que ele sacava R$ 2 mil. Ele estava em Goiás fazendo outras transações comerciais", disse o delegado Ivaldo Gomes de Mendonça, responsável pelo caso. 

Crimes em todo o país 

Segundo a investigação, o crime foi cometido por uma organização criminosa que age em todo o país. Algumas pessoas eram responsáveis por obter os dados bancários das vítimas usando links e programas de computadores que capturam as informações, outras captavam pessoas para ceder a conta e, por fim, aqueles que cediam as contas para o cometimento das fraudes. "Todos os indícios mostram que o suspeito sabia da origem ilegal do dinheiro e já tinha sido instruído sobre o que fazer com ele e para quem transferir", contou o delegado. José, no entanto, nega as suspeitas. 

"O dinheiro era meu, foi de um carro que eu vendi para um amigo. Mas foi outra pessoa que depositou por ele. Se eu soubesse que era de coisa errada, não tinha pedido para transferir", afirmou. Ele foi autuado em flagrante pelo crime de furto qualificado mediante fraude. A pena para este crime é de até 8 anos de prisão.

*Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário