18 de setembro de 2018

Corpo encontrado em canavial na Grande Natal pode ser de motorista de aplicativo desaparecido há duas semanas

O corpo de um homem, já em avançado estado de decomposição, foi encontrado no final da manhã desta terça-feira (18) em meio a um canavial no município de Arez, na região metropolitana de Natal. Segundo o delegado Wellington Guedes, o cadáver pode ser o do motorista de Uber Giltemberg Gomes Soares, 32 anos, desaparecido há quase duas semanas. “Está sendo identificado ainda, mas há fortes indícios de ser ele”, afirmou. 

O motorista foi visto pela última vez com vida no dia 5 deste mês, quando saiu de casa, no município de São Gonçalo do Amarante, também na região metropolitana da capital, para atender a uma corrida. Na manhã do dia 8, o carro de Giltemberg foi encontrado no bairro Conab, na cidade de Goianinha, que fica a pouco mais de 12 quilômetros de Arez. 

Os pneus dianteiros estavam furados, e alguns acessórios do veículo haviam sido levados, como o aparelho de som e os alto-falantes. Ainda de acordo com o delegado, em razão do estado do corpo, não foi possível observar marcas visíveis de violência. “Não foi possível identificar. Mantivemos o corpo da mesma foram que foi encontrado para não comprometer a perícia”, finalizou. 

A família do motorista chegou a oferecer R$ 3 mil de recompensa por informações que levassem a Gil, como era mais conhecido. O G1 tentou falar com a mulher e outros parentes do motorista, mas não conseguiu contato. O corpo foi levado para a sede do Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep), em Natal, onde passará por necrópsia e trabalho de identificação.

*G1/RN

Nenhum comentário:

Postar um comentário