24 de agosto de 2018

Polícia Civil do RN participa de Operação nacional para prender investigados por crimes praticados contra mulheres

Nesta sexta-feira (24), policiais civis das Delegacias Especializadas em Atendimento a Mulher (Deam´s) de Natal, Parnamirim, Mossoró e Caicó e da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) participaram das ações da Operação Cronos, coordenada pelo Conselho Nacional dos Chefes de Polícias Civis (CONCPC), que conseguiu prender 21 pessoas, mediante o cumprimento de mandados de prisões. 

A Operação que conta com a apoio do Ministério da Segurança Pública (MSP) teve como objetivo prender suspeitos por crimes de feminicídios e outros delitos praticados contra mulheres. No Rio Grande do Norte, 80 policiais civis participaram da Operação, entre os mais de 2000 policiais civis de todo o país.

Os policiais civis do Rio Grande do Norte realizaram prisões de investigados pelos crimes de feminicídios (consumados e tentados), estupro, estupro de vulnerável. Também foram presos suspeitos que descumpriram medidas protetivas previstas na Lei Maria da Penha. Nós acreditamos que esse trabalho de hoje foi fundamental, pois nós temos que combater com veemência a violência contra a mulher”, declarou a Delegada-Geral da Polícia Civil, Adriana Shirley. 

A participação da Polícia Civil do nosso Estado na Operação Cronos tem uma importância que ultrapassa o caráter repressivo. Esta Operação também um caráter educativo”, comentou a delegada titular da Deam Zona Sul de Natal, Ana Paula Pinheiro. 

A Operação Cronos foi definida após reunião com o ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, em julho deste ano. A escolha do nome Cronos vem da referência à supressão do tempo de vida da vítima, reduzido pelo autor do crime. Ao mesmo tempo, com a prisão dos autores de feminicídio, espera-se o impedimento da prática de novos crimes.

*BG

Nenhum comentário:

Postar um comentário