26 de abril de 2018

Suspeito coloca mãe de Yasmin na cena do crime; polícia não acredita, mas diz que vai investigar

No primeiro depoimento que prestou às autoridades policiais, o pedreiro Marcondes Gomes Silva, afirmou que foi cúmplice, mas que não matou a garota. Ele afirmou que a mãe dela, Ingrid Araújo, estava na cena do crime, restando por lógico a conclusão de que ele indica a mãe como autora do homicídio. 

Para a polícia, a versão carece de respaldo neste momento. Em entrevista concedida ao BlogdoBG, Ingrid afirmou que ficou vendo a filha se afastar pela rua e que Marcondes estava na esquina da mesma rua onde Yasmin desapareceu. 

A polícia vai apurar a versão e pretende confrontar o que conseguir com o depoimento do principal suspeito. Em entrevista nesta quinta, Ingrid afirmou que Marcondes, que diz ter um caso com a mãe da garota, quer incriminá-la.

*BG

Nenhum comentário:

Postar um comentário