29 de março de 2018

Preso por corromper testemunhas em caso de homicídio de hoteleiro é um dos articuladores políticos do SD

O ex-vereador de Ielmo Marinho Tarcísio Ribeiro Júnior, preso nessa quarta-feira (28) em Natal por suspeita de corrupção de testemunhas era pré-candidato a deputado estadual pelo Solidariedade e assessor do deputado Kelps Lima, presidente do partido e de quem era um dos articuladores políticos. 

O deputado não tem envolvimento com o caso. Tarcísio foi presos após investigações concluírem que ele atuou para corrupção de testemunhas de modo a mudar a versão dos fatos sobre o crime que resultou na morte do hoteleiro Ademar Miranda, em junho de 2016. 

O irmão de Tarcísio, Antônio Ribeiro Júnior, está preso em Alcaçuz por envolvimento no caso. Então namorada dele em 2016 e viúva de Ademar, Martha Renatta, está presa sob a suspeita de ser autora intelectual do crime Tarcísio Ribeiro Júnior é filiado do Solidariedade desde outubro de 2013. Ele ainda aparece como sócio de a Asr & Associados – Soluções em informática, de capital social de R$ 30 mil.

 *Fonte: BG

Nenhum comentário:

Postar um comentário