4 de março de 2018

O rompimento de Fábio Dantas é com ou sem os cargos?

O vice-governador Fábio Dantas anunciou nesse sábado ao jornal Tribuna de Norte e vem dizendo a seus interlocutores políticos com que tem se reunido que está rompido com o governo. 

Ele, que já se mobilizava em favor de sua candidatura, vinha evitando empregar a palavra “rompimento”. Não titubeou mais. 

Ao anunciar seu ato de filiação ao PSB, destacou que é oposição. E como parte do jogo democrático, abriu diálogo com partidos e atores que atravessaram os últimos anos criticando o governo do qual fez parte. 

O contexto, contudo, faz surgir uma dúvida: o vice opositor, para se firmar mesmo como contraponto, deve se desligar da gestão mesmo tendo feito parte dela três anos e dois meses. 

Não se trata de renunciar ao seu posto, legitimamente obtido, mas de entregar as indicações que tem. Dito isso, as indicações da Ceasa, da Secretaria de Educação, Secretaria de Esportes e Saúde, para citar algumas, já foram entregues? 

O vice-governador vai entregar os cargos? 

*BG

Nenhum comentário:

Postar um comentário