4 de janeiro de 2018

Presidente Municipal do Patriota (Antigo PEN) envia nota de repúdio após últimos acontecimentos do partido

O Partido Ecológico Nacional (PEN) mudou recentemente de nome para PATRIOTA, com a intenção de acolher entre seus filiados o deputado federal Jair Bolsonaro, atualmente no PSC. 

Nesse processo de mudança, o PEN fez tudo que foi solicitado pela equipe Bolsonaro: mudou o estatuto, logomarca, destituiu alguns presidentes estaduais e, já com o novo nome, realizou palestras e se apresentou nas mídias tradicionais (em programas de rádio e na TV, no Horário Político Partidário) e na Internet (pelas redes sociais), apresentando sua nova cara (PATRIOTA) e seu novo líder (Bolsonaro). 

O PATRIOTA mostrou sua cara e deu o seu recado, mostrando o que realmente queria. O senhores Adílson Barroso (Presidente Nacional do Partido) e Jair Bolsonaro foram aos EUA fazer reuniões e se empenharam em divulgar as ideias do partido e do futuro do Brasil. E, após todo o esforço desempenhado nesse processo de mudança, o senhor Jair Bolsonaro vem simplesmente dizer que “NÃO DEU", que não vai se filiar ao PATRIOTA. Como assim ? E as milhares de pessoas que se filiaram ao partido por causa dele? Como explicar a essas pessoas sua atitude? 

Isso é um erro gravíssimo. A equipe Bolsonaro demostra com essa atitude, falta de flexibilidade, de diálogo, de jogo de cintura e de gestão. Só se faz negociações do porte que fizeram com o PATRIOTA, quando se tem 100% de segurança sobre o caminho que o partido quer tomar. E se a equipe de Bolsonaro tivesse a mínima desconfiança que não estavam seguros no PATRIOTA, deixassem para fazer marketing do partido depois que tudo estivesse acordado e acertado na linha. 

A impressão que fica é que a equipe quer insistir na criação de um partido para ter acesso ao Fundo Partidário, dando pouca importância às ideias do partido e ao que pensam seus filiados. Ou seja, estão de olho no famoso fundo partidário. 

 João Marcelo Presidente Municipal do (PEN) PATRIOTA, Cerro Corá - RN.

Nenhum comentário:

Postar um comentário