4 de janeiro de 2018

Em reunião com poderes, governo pede aprovação de ajustes

O governador Robinson Faria se reuniu na quarta-feira(03), na governadoria, com representantes dos demais poderes – Tribunal de Justiça do RN, Assembleia Legislativa, Ministério Público e Tribunal de Contas do Estado – para discutir a crise financeira que compromete as contas do executivo e estão provocando atrasos de salários, precarização dos serviços públicos, greves e outros problemas. 

O governador apresentou aos poderes as ações que o governo vem adotando para o reequilíbrio fiscal do tesouro estadual e o quadro de austeridade no controle dos gastos com custeio e investimentos, controlados desde 2015. Por outro lado mostrou o crescimento dos gastos com a previdência estadual, que aumentaram 78% nos últimos três anos, Robinson reiterou a necessidade de aprovar projeto de ajuste fiscal, enviados em outubro, como uma das saídas para a crise. 

O governo considera prioritário, por exemplo, o aumento da contribuição previdenciária dos servidores do estado de 11% para 14% e a criação de uma previdência complementar. Ainda segundo o governador, ele mantém diálogo com o tesouro nacional para aderir ao regime de recuperação fiscal do governo federal e continua buscando recursos para regularizar o pagamento dos servidores públicos do estado. Está previsto para esta quinta-feira(04) uma reunião do governador com deputados e senadores do estado para tratar do mesmo assunto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário