5 de outubro de 2017

MG: Segurança que ateou fogo em vítimas teria sido demitido; quatro crianças mortas em creche e vários feridos

Um segurança ateou fogo em uma creche municipal de Janaúba, no Norte de Minas Gerais, e matou ao menos quatro crianças e uma professora, na manhã desta quinta-feira. Segundo a Polícia Militar, o homem colocou fogo em crianças, funcionários e no próprio corpo. Moradores à porta da creche dizem que ele havia sido demitido da unidade recentemente. Segundo da Polícia Militar, o segurança foi identificado como Damião Soares dos Santos, de 50 anos. 

Ele está internado em estado grave no hospital da cidade com queimaduras em quase 100% do corpo. Segundo o Corpo de Bombeiros da cidade, aproximadamente 20 pessoas ficaram feridas, sendo que sete em estado grave. Ainda de acordo com os Bombeiros, o vigilante da creche jogou gasolina no próprio corpo, nas crianças e em seguida ateou fogo. 

A Polícia Militar, que mobilizou até agentes em treinamento para a ocorrência, confirma quatro crianças mortas até o momento. Os serviços de emergência foram acionados por volta de 9h40m desta quinta-feira. O chamado era de “ocorrência grave” e demandou todas as viaturas disponíveis do Corpo de Bombeiros Militar em Janaúba. Também há pelo menos uma professora ferida. O vigia foi levado para o hospital em estado grave. 

 O Governo do Estado de Minas Gerais informou que dois helicópteros, um da PM e outro do Corpo de Bombeiros, saíram de Belo Horizonte rumo a Janaúba para ajudar no socorro dos feridos.
Até o momento, algumas vítimas foram deslocadas para uma unidade hospitalar de Montes Claros, referência no tratamento de queimaduras. 

O Hospital João XXIII, na capital mineira, já montou a estrutura para receber pacientes, que ainda não chegaram ao local. Equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência se dirigiram ao local para prestar socorro aos feridos. O Hospital Regional de Janaúba trata vítimas do incêndio, mas o diretor assistencial da unidade, Helton Ricardo Mendes, ainda não sabe definir quantas. — As crianças estão sendo transferidas para a área da pediatria, e os adultos estão sendo atendidos aqui. 

Estamos com a equipe ok para atender os feridos. Estão à disposição 30 médicos, 30 enfermeiros e 50 técnicos de enfermagem — explicou. A Prefeitura de Janaúba informou que a unidade precisa de medicamentos e médicos. A Polícia Militar explicou que o efetivo de cidades vizinhas deve ser acionada. Janaúba fica no Norte de Minas e tem cerca de 70 mil habitantes. “A cidade está um caos”, ressaltou um militar. 

 *Extra – O Globo

Nenhum comentário:

Postar um comentário