25 de outubro de 2017

Estado Islâmico ameaça Copa do Mundo na Rússia e usa imagem de Lionel Messi em cartaz chocante

A Copa do Mundo da Rússia, mais uma vez, está sendo alvo de ameças. Um pôster com a imagem de Lionel Messi está sendo usado em uma campanha de terror por apoiadores extremistas do Estado Islâmico. Na imagem, o craque do Barcelona aparece atrás de grades, com o olho sangrando e com a seguinte frase: “você está lutando contra um Estado que não tem a palavra falha em seu dicionário”. 

A imagem foi lançada pelo Wafa Media Foundantion, uma espécie de porta-voz do Estado Islâmico. Esta não foi a primeira vez que o grupo terroris realizou este tipo de ação contra a Rússia e a Copa. Em outras duas oportunidades, foram divulgadas mensagens de terror.
Na semana passada, um cartaz mostrava o símbolo da Copa do Mundo ao lado de um homem com uma máscara e os seguintes dizeres: “Espere por nós”. Antes disso, a Wafa já havia divulgado um pôster que mostrava um jihadista observando o estádio Luzhniki, em Moscou, que receberá algumas partidas do Mundial, com o texto: “Inimigos de Alá na Rússia, juro que o fogo dos mujahedins queimará vocês. 

Aguardem”. Esse tipo de iniciativa é preocupante e requer atenção redobrada por parte dos russos e da FIFA. Por enquanto, a competição não corre riscos, entretanto, dependendo dos próximos capítulos, o cenário pode mudar. O Estado Islâmico, provavelmente, está agindo em retaliação aos conflitos que vem travando com a coalizão internacional liderada pelos EUA e com o governo da Síria, que é apoiado pelos Russos. O EI já teve mais de 900 campos destruídos por bombardeios russos e vem perdendo território na Síria e no Iraque.

*Esporte Interativo

Nenhum comentário:

Postar um comentário