25 de setembro de 2017

Cuidados específicos para quem tem ou quer ter um Pitbull

Pitbulls são erroneamente considerados violentos, porém são, além de ágeis, fortes e autoconfiantes, carinhosos e companheiros. Conheça aqui como tratar adequadamente seu Pitbull. Pitbulls são animais erroneamente julgados como agressivos e violentos. 

Apesar de terem um porte físico poderoso e até apresentarem certa agressividade contra outros cães, se tiverem proprietários responsáveis, que os adestrem corretamente, podem se tornar totalmente sociáveis e amáveis. Pitbulls criados com amor e carinho gostam de agradar e são bastante empolgados, além de serem ótimas companhias e gostarem de crianças. São muito energéticos e precisam de atenção, uma vez que possuem muita energia para dar e vende e por conta disso precisam liberá-la de alguma forma. 

Uma ótima maneira de se fazer isso é com passeios freqüentes, que devem acontecer desde quando filhote para aprender a socializar, e ter um grande quintal para ele brincar. Nesse texto você encontrará os cuidados necessários para quem já tem um cachorro da raça Pitbull ou para quem gostaria de ter um desses impressionantes cães. Dicas sobre o cuidado com Pitbulls Definitivamente Pitbulls não são cães de guarda. 

Quando bem adestrados, sobretudo para controlar sua energia, aprendem a conviver com as pessoas. Assim sendo, ele vai ser amigável até com desconhecidos. É aconselhável que pessoas agitadas, violentas ou que não possuem tempo suficiente para treinar seu cão e dispor de tempo para conviver com ele, não tenham um Pitbull. Ele necessita de disciplina desde filhote, ou seja, exige tempo, atenção e cuidado. Além disso, os cães de raça precisam gastar sua energia com longos passeios, logo é fundamental que se tenha tempo para compartilhar com eles. 

Alimentação 
Para uma boa alimentação é importante se atentar ao fato de que são animais com grande massa corporal e que necessitam de energia.
Então é importante saber que sua alimentação deve ser baseada no correto equilíbrio de vitaminas, carboidratos, proteínas, sais minerais e ácidos graxos para poder atender à sua necessidade nutricional. Como alimentar seu filhote Pitbull? Filhotes de Pitbull são muito carinhosos e brincalhões. Para que seu filhote cresça de forma saudável, é recomendado o uso de comida de cachorro seca, elaborada para raças grandes. 

Vale lembrar que a alimentação que você fornecerá ao seu filhote vai ditar o cão adulto que ele será. Quando filhote, o que é mais necessário é ração baseada em leite, pois é rico em cálcio que fortalecerá a formação óssea do Pitbull. Uma dieta crua também pode auxiliar no desenvolvimento do seu cãozinho. Alimentos enlatados molhados também ajudam por terem alta concentração de proteína, contudo, cuidado com a comida molhada, pois pode causar placa bacteriana nos dentes. 

 Para alimentar seu bebê Pitbull, você pode utilizar a ração premier fórmula para cães filhotes de raças grandes, por conter ingredientes nobres e selecionados, ser rica em cálcio por ser baseada em leite, o que auxilia no desenvolvimento dos ossos e dentes, proporcionando ao seu filhote uma pelagem bonita, melhor digestão e fezes de pouco volume. Seu filhote de Pitbull deve ser alimentado com ração para filhotes até completar um ano, quando pode começar a ser substituída gradativamente por ração para cães adultos. Jamais dê resto de comida ao seu amigão ou amigona. 

Como alimentar seu Pitbull adulto? 
Assim como acontece com os filhotes dessa raça, o modo como o Pitbull adulto absorve nutrientes difere dos outros animais, por isso é necessário oferecer-lhe uma ração específica, como a Premier Pit Bull. A ração Premier Raças Específicas Pitbull é formulada para esta raça específica e fornece todos os requisitos nutricionais que seu cão precisa para manter a saúde e beleza. Para manter a musculatura, o alimento apresenta aminoácidos e proteínas essenciais do soro do leite. Já a L-carnitina vai prover ao animal toda a energia que ele necessita. Além disso, a ração Premier Raças Específicas Pitbull proporciona diminuição de odor e volume de fezes. 

Vacinação 
Sempre tenha a vacinação do seu cão em dia. Além de ser uma responsabilidade do criador de Pitbulls, também é uma demonstração de amor por eles. A vacina vai prevenir que seu cão contraia doenças perigosas e até fatais, além de diminuir zoonoses, isto é, doenças que atingem o ser humano, tais como a leptospirose e a raiva. 

Vermifugação 
Independentemente se há indícios de vermes no seu Pitbull, você deve manter regularmente a ação de vermifugação, sempre acompanhada de um veterinário. Vermes intestinais podem estar presentes em todos os cães e, sobretudo, nos filhotes. Manter uma correta administração de vermífugos ajuda seu animalzinho a manter a saúde e o bem-estar. O mesmo vermífugo que você usa para eliminar possíveis vermes serve também como medida preventiva. Jamais medique seu cãozinho sem ter consultado um veterinário antes. Se você perceber alguma alteração no comportamento do seu cão ou suspeitar de alguma doença, leve-o imediatamente a um profissional. 

Adestramento 
Pitbulls são cães com muita energia. Quando essa energia não é liberada, muitos cães se tornam deprimidos e, no caso dessa raça específica, podem se tornar agressivos. Longos passeios e um quintal grande para ele brincar e se movimentar facilmente pode resolver essa situação. Exercícios são fundamentais para ter um cão forte e com saúde. Experimente a natação, brincadeiras e corridas. Contudo, para que seu cão seja sociável, você deve levá-lo para passear desde filhote, para que se acostume com a presença de pessoas. Permita que seu cão, desde filhote, conviva com outros cães, com pessoas idosas e crianças. 

Isso será um hábito para ele, tornando-o um ser cada vez mais amigável. Pitbulls são cães que apresentam vontade própria, então você tem que mostrar a ele que quem manda é você. Leve-o para passear com uma coleira longa. Se ele avançar mais que você, puxe-o para perto e então dê a ele um comando que ele associará mais tarde como limite para esperar seu dono. Ele só aprenderá isto se este exercício for freqüente. Habituado com essa rotina, ele aprenderá através do comando e você não precisará mais puxá-lo. 

Pode ser que leve um tempo para que seu cão entenda os comandos. O importante é mantê-los e nunca recompensá-lo caso ele não atenda ao comando. Lembre-se que um Pitbull é um cão amável e carinhoso, que tem sim instinto de proteção com a sua família humana. Como todo outro cachorro, seu dono deve sempre ser responsável e não economizar amor e carinho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário