27 de julho de 2017

Mulher flagra conversa do marido com outra no WhatsApp e divulga em panfletos

Uma conversa no WhatsApp virou caso de polícia, em Apucarana, interior do Paraná. Segundo a Polícia Civil, uma mulher flagrou o diálogo do marido com outra no aplicativo de mensagens instantâneas e decidiu se vingar. Ela imprimiu a troca de palavras em panfletos e os distribuiu pela cidade, com o título: “Procura-se um marido”. 

De acordo com o delegado-chefe da 17ª Subdivisão Policial (SDP), José Aparecido Jacovós, a esposa ficou irritada após ver que outra mulher estava interessada em seu marido, fez prints da conversa e mandou confeccionar panfletos. Para que a outra mulher soubesse, o material foi distribuído em frente ao emprego da rival, que procurou a delegacia e registrou um boletim por difamação: – A mulher queria difamar a concorrente. Essas pessoas acham que é a polícia tem a obrigação de resolver esse tipo de situação. 

Encaminhamos esse caso para o Juizado Especial Criminal. Virou uma verdadeira lavação de roupa suja – conta o delegado, acrescentando que a acusação é contra a mulher que imprimiu os panfletos. Jacovós destaca que, apesar da confusão, a polícia está centrada na resolução de crimes de maior potencial ofensivo. – A cidade tem 130 mil habitantes. Temos muito o que fazer aqui. 

As pessoas expõem conversas, mandam nudes e depois chamam a polícia para resolver – lamenta o delegado. Segundo ele, a mulher vai responder por termo circunstanciado de infração penal, já encaminhado à Justiça, e as partes serão convocadas para uma audiência. O Ministério Público pode propor o pagamento de cesta básica ou serviço comunitário para a mulher que divulgou as conversas. – Isso na parte criminal. Na cível, a parte prejudicada pode entrar com ação de indenização por danos morais. Ou seja, a titular, que chegou a ir na delegacia e confessou o que fez, pode ter que pagar uma indenização para a suposta amante. O marido será apenas uma testemunha.

*Extra – O Globo

Nenhum comentário:

Postar um comentário