22 de fevereiro de 2017

Polícia localiza esconderijo de quadrilha que explodiu Banco do Brasil de Santana do Matos e apreende veículos e vasto material

Após o confronto com membros da quadrilha que explodiu o Banco de Brasil de Santana do Matos, a Polícia Militar continuou em diligências e conseguiu localizar o local onde o grupo se alojou antes e, provavelmente, se alojaria depois da ação criminosa. O local é conhecido como Sítio “Ponta da Serra”, e se localiza entre as Cidades de Jucurutu e São Rafael. 

Os Bandidos se esconderam por trás da parede de um açude, em baixo de um pé de manga. O local é muito estratégico para se esconder e até mesmo para uma reação a uma possível investida da Polícia, pois, além da parede do açude para se abrigar, eles estavam rodeados de várias pedras grandes (serrotes), que também são ótimas opções para se defender de tiros e reagir. 

No local, os Policiais encontraram vasto material explosivo, coletes a prova de bala, além de três veículos: um ford Ka, de cor branca, placa QGG-1732, Parnamirim/RN; uma Pick up Ford Ranger, de cor branca, placa OWB – 2435, Natal/RN; uma moto Honda XRE 300, Parnamirim/RN. Várias bananas de dinamite e coletes balísticos foram deixados pela quadrilha Feita a consulta no Sinesp, verificou-se que todos os veículos apreendidos não têm restrição alguma, por isso, acredita-se na possibilidade de serem todos clonados. 

A Polícia Civil esteve no local e colheu dados para a perícia. Equipes do BOPE também deu apoio à operação, como também recolher os explosivos com segurança, tendo em vista que muitos já estavam prontos para explodirem. O proprietário da Fazenda “Ponta da Serra” foi identificado e é suspeito de ter dado apoio ao grupo criminoso. Quase todo o material apreendido foi encontrado por trás da parede do açude, exceto a moto, que estava no alpendre da casa. Até agora ninguém foi preso, mas a Polícia continua em diligências.

*Fonte: PM de Jucurutu

Nenhum comentário:

Postar um comentário