9 de dezembro de 2016

‘Pegaram a pessoa errada’, diz viúva de hoteleiro suspeita em Natal de ser mandante de crime, em entrevista

“A polícia prendeu a pessoa errada. Não tinha motivos para querer o Ademar morto. Ele foi um excelente marido e era o melhor pai que os meus filhos poderiam ter”. A declaração é da estudante de Direito Marta Renatta Borsatto, de 30 anos, que foi presa nesta quinta-feira (8) suspeita de ser a autora intelectual do crime. Na tarde desta sexta (9), ela conversou com exclusividade com o portal G1-RN na condição de não ser filmada ou fotografada. 

Durante a entrevista, Renatta diz que não tinha motivos para matar ou mandar matar o empresário, e disse que mesmo em fase de separação, por causa dos três filhos, mantinha um bom relacionamento com o marido. Ela diz não ter ideia de quem tenha matado Ademar Miranda e qual seria a motivação para o crime. “Eu não tenho nada a ver com essa história.

Fui exposta e meus filhos estão sendo prejudicados por essa história toda”, desabafou. O advogado que defende Renatta Borsatto, Fernandes Braga, já ingressou com um habeas corpus para libertá-la. “Essa prisão não tem cabimento. Não há nada que ligue a minha cliente ao crime. Por esse motivo, já pedi que a prisão temporária seja quebrada”, falou Fernandes. 

Confira entrevista completa em reportagem na íntegra aqui

 Blog do BG

Nenhum comentário:

Postar um comentário