30 de dezembro de 2016

Cerro Corá: Investigação apurou desvios em três anos

Com o depoimento do ex-tesoureiro Raimundo Caetano de Souza admitindo desvio de recursos em 2016, a Comissão de Inquérito informou, no relatório, que o setor de Contabilidade do município de Cerro Corá realizou levantamento dos três últimos exercícios financeiros, verificando assim casos da mesma natureza com igual conduta e “modus operandi”, com depósitos de diversos valores nas contas do servidor e de seu filho, nos anos de 2014, 2015 além do ano de 2016 que já havia sido descoberto anteriormente. Em 2014, o valor à época era R$ 103.581,12 e com valor devidamente atualizado totaliza o importe de R$ 125.068,26 . 

 No exercício de 2015, diz o relatório, “tivemos o valor à época de R$ 219.872,24, sendo o valor atualizado no importe de R$ 247.534,58, além do valor de 2016, que era equivalente a R$ 85.420,92, sendo atualizado o valor de R$ 87.967,17. 

 Somados os valores, o relatório apontou que tem-se um prejuízo ao erário municipal no importe de R$ 460.570,01. “Conforme termo de juntada de ressarcimento ao erário desse valor temos que diminuir R$ 85.486,12 , tendo em vista que o servidor ressarciu o erário nesse montante.”, continua o documento, o que “ficou até o momento faltando restituir o erário municipal no importe de R$ 375.083,89.

*Fonte: Cerrocoranews

Um comentário: