20 de novembro de 2016

Enxugamento no BB prevê até o fechamento de superintendências

O Banco do Brasil anunciará amanhã, segunda-feira, 21, um grande processo de reestruturação. Pelo menos 28 superintendências regionais de Varejo e três de Governo serão fechadas. Além disso, serão encerrados dois centros de serviço e sete gerenciais regionais de controle controles internos. Pelo menos 358 agências serão transformadas em postos de atendimento. 

Desse total, 176 em municípios de pequeno porte, onde o BB é a única instituição financeira. Além disso, 290 agências serão desativadas em praças de médio e grande porte.Por outro lado, serão criados 34 escritórios de negócios digitais e outros 12 já existentes serão ampliados. Assim como o Blog antecipou em outubro, o BB oferecerá aos empregados um novo plano de aposentadoria incentivada(PAI) até 31 de dezembro de 2016. 

Até 18 mil funcionários poderão aderir ao PAI. Quem optar pelo desligado do banco receberá o valor de 12 salários e indenização pelo tempo de serviço que variará entre um e três salários, a depender do tempo de banco. Uma Comissão de Conciliação Prévia (CCP) também será criada para solução consensual de qualquer tipo de matéria relacionada ao contrato de trabalho. Também será revisto o Plano de Funções de 2013, com ampliação do público alvo para jornada de seis horas. 

Os funcionários poderão optar, de forma voluntária, a qualquer tempo. O público alvo da reestruturação são assessores de unidades estratégicas e assessores de superintendências e Órgãos Regionais de Gestão de Pessoas. Procurado, o BB informou que não faria comentários sobre o assunto. 

*Correio Brasiliense

Nenhum comentário:

Postar um comentário