18 de novembro de 2016

Câmara fria quebra e ITEP tem corpos no chão com sacos de gelo em cima



O Instituto Técnico-Científico de Perícia do Rio Grande do Norte, que há vários anos sofre com problemas estruturais e falta de condições de trabalho, registra nesta quinta-feira (17) mais um caso grave. A câmara fria do necrotério está quebrada e mais de 20 corpos estão no chão do pátio e do necrotério da unidade em Natal, na Ribeira. Para amenizar o mau cheiro e tentar manter a conservação dos corpos, a direção colocou sacos grandes de gelo em cima dos corpos. 

De acordo com a direção, esse é um procedimento padrão nesses casos emergenciais. O Portal BO recebeu a denúncia e fotos que mostram a situação registrada nesta noite no ITEP. De acordo com fontes do Portal BO, 27 corpos estariam fora da câmara fria, sendo a maioria no chão. O equipamento estaria quebrado há três dias, mas a diretoria do Instituto afirma que o problema aconteceu nesta quinta-feira durante uma manutenção. 

A reportagem entrou em contato com a assessoria do ITEP que enviou uma nota em nome da direção do órgão. Veja nota na íntegra: O Instituto Técnico-Científico de Perícia dispõem atualmente de três câmaras frias para abrigar os corpos não identificados. Nesta quarta-feira (16), o órgão constatou que o equipamento estava precisando de manutenção e solicitou a empresa terceirizada que mandasse um técnico para realizar o reparo. Contudo, durante a manutenção que aconteceu hoje, houve um curto circuito inesperado que acabou danificando os ventiladores do equipamento. Normalmente, durante a manutenção das câmaras frias, os cadáveres são colocados no pátio com gelo para manter a conservação até a reparação do equipamento, que voltará a funcionar nas primeiras horas desta sexta-feira. 

O ITEP reitera que, apesar da inesperada quebra da câmara fria, os corpos estão recebendo tratamento adequado para correta conservação. O órgão enfatiza também que tem um contrato com uma empresa terceirizada, que irá realizar o reparo do equipamento no início da manhã desta sexta. Em setembro do ano passado, o Portal BO já havia denunciado que corpos estavam amontoados no necrotério do ITEP, devido a estrutura precária para armazenar a grande quantidade de corpos de um único final de semana. Na ocasião, o prédio também sofria com falta de água.

*Portal BO

Nenhum comentário:

Postar um comentário