15 de setembro de 2016

Em Florânia, Justiça Eleitoral recebe representação contra suposta pesquisa falsa divulgada em WhatsApp e Facebook

A coligação “O Povo Mais Forte”, que tem como candidata a prefeita Márcia Nobre (DEM), protocolou na 21ª Zona Eleitoral de Florânia uma representação eleitoral com objetivo de coibir supostos crimes eleitorais. De acordo com o documento, uma falsa pesquisa foi divulgada nas redes sociais WhatsApp e Facebook. 

Os representados serão citados e poderão apresentar defesa. De acordo com o advogado Francisco Nobre de Almeida Neto, representante da coligação, a divulgação de pesquisa fraudulenta é crime punível com detenção de seis meses a um ano e multa que varia entre R$ 53 mil a R$ 106 mil. 

“A divulgação de pesquisa falsa e sem registro no TER/RN é ato criminoso e nós estamos atentos a quem praticar a infração, em qualquer rede social. A divulgação de pesquisa fraudulenta é crime punível com detenção de seis meses a um ano e multa que varia entre R$ 53 mil a R$ 106 mil”, destacou o advogado. Segundo o advogado da coligação, O eleitor pode verificar, no site da Justiça Eleitoral, se a pesquisa divulgada foi ou não registrada. 

A consulta pode ser feita no link:http://www.tse.jus.br/eleicoes/eleicoes-2016/pesquisas-eleitorais/consulta-as-pesquisas-registradas.

*Cardoso Silva

Nenhum comentário:

Postar um comentário