30 de março de 2016

RN registra a primeira morte por gripe H1N1 em 2016 a vítima é de Lagoa Nova na Serra de Santana

O Rio Grande do Norte registrou a primeira morte provocada pelo vírus influenza (H1N1) em 2016. Ao todo, são nove casos notificados, com um deles confirmado. E, justamente o caso em que foi constatada a presença do vírus, ocorreu o primeiro óbito deste ano. A vítima, cuja identidade foi preservada, tinha 15 anos e era residente da cidade de Lagoa Nova, cidade do interior do RN. Ela, segundo informou a Secretaria Estadual de Saúde Pública, deu entrada no hospital no dia 27 de fevereiro e faleceu 12 dias depois, em 10 de março deste ano. Até o momento, o mês de maior casos suspeitos notificados foi março, com 4 das 9 notificações. 

A informação é da Subcoordenadoria de Vigilância Epidemiológica (SUVIGE), da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), baseada nos dados relativos ao período compreendido entre as semanas epidemiológicas de 01 a 12, período compreendido entre 3 de janeiro e 26 de março. Redução Mesmo com a morte registrada, a Sesap informa que os nove casos suspeitos notificados em 2016 do vírus influenza (H1N1) representam uma redução de 78% nas notificações do mesmo período de 2015. No ano passado, no período, foram 41 notificações. 

Influenza A influenza é uma doença respiratória infecciosa de origem viral, que afeta o sistema respiratório e pode levar a complicações graves e até mesmo a morte, especialmente nos grupos de alto risco para as complicações da infecção – crianças menores de 5 anos de idade, gestantes, adultos com 60 anos ou mais, portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais. A transmissão ocorre por meio de secreções das vias respiratórias da pessoa contaminada ao falar, tossir, espirrar ou pelas mãos, que após contato com superfícies recém-contaminadas por secreções respiratórias pode levar o agente infeccioso direto à boca, olhos e nariz. A principal forma de prevenção é a vacinação. 

Confira as principais medidas de prevenção: 

Lavar as mãos com água e sabão, especialmente após tossir ou espirrar; 
Ao tossir ou espirrar, cobrir a boca com lenço descartável; 
Não compartilhar alimentos, copos, toalhas e objetos de uso pessoal;
Lavar as mãos frequentemente e não levar as mãos sujas aos olhos, nariz e boca; 
Pessoas com qualquer gripe devem evitar ambientes fechados e com aglomeração de pessoas; 

Via O quente da noticia

Nenhum comentário:

Postar um comentário