O Comunicador

Para cortar o pinto, votar e tirar CNH pode reduzir a idade, mas para menores infratores a licença para matar continua

O primeiro passo para jovens de 16 anos terem direito a Carteira
Nacional de Habilitação (CNH) já foi dado no Senado Federal. O senador
Magno Malta protocolou a proposta e vai lutar para provar a
constitucionalidade da matéria que é considerada polêmica. “Como todos
nós sabemos, com o grande avanço tecnológico e a conseqüente
globalização, os jovens do nosso País estão cada vez mais aptos a
afazeres que, décadas atrás, certamente, não seriam possíveis. Aos 16
anos, os reflexos já estão condicionados deixando aptos s jovens para
obterem o direito de ter carteira provisória por dois anos”, esclareceu
Magno. Na justificativa do projeto de lei, Magno afirma que “felizmente,
com a mudança da nossa legislação, já é facultado aos cidadãos entre 16
e 18 anos, o direito de exercer sua cidadania, dando-lhes a
prerrogativa de escolher seus representantes políticos através do voto.
Ademais, tornou-se cada vez mais comum o ingresso dos jovens de 16 anos
nas universidades brasileiras, o que, inquestionavelmente, os tornam
pessoas mais responsáveis e cientes das suas obrigações”. 
 
O senador
capixaba diz que tem certeza que o projeto contará com o respaldo dos
demais senadores, pois, trará grandes benefícios para os nossos
adolescentes que, com este encargo a mais, terão autonomia trabalhada e o
senso de responsabilidade apurado. O republicano espera aprovação do
projeto nas diversas comissões do Senado.
 
 
Fonte: Passando na Hora
Postado em 26 de abril de 2013 - 14:17h
Comentar